Era uma vez uma caneta de insulina...

Na movimentação agitada entre confetes e serpentinas, lá se foi uma caneta de insulina. E eu nem percebi!

Um ensaio aberto do bloco, amigos junto, uma quinta-feira qualquer, tamborim, purpurina, pochete... De repente, uma chuvarada! Ruas alagadas, calçada alagada... Conseguimos ficar protegidos no bar e, mesmo com atraso por conta do temporal, o ensaio aconteceu.
Diversão, batucada e como no dia seguinte seria dia de labuta, fui para casa assim que o ensaio acabou.

Quando estava abrindo a porta de casa, recebo uma mensagem de uma amiga:
Entrei em choque!

Raramente saía para ensaios, shows ou blocos com essa caneta. Levava a descartável, porque sei que a NovoPen Echo é mais delicada e mais cara!!
Não sei o que me deu nesse dia... Mas o fato é que a pochete deve ter ficado um pouquinho aberta e esse pouquinho foi o suficiente para a caneta escapar sem que eu nem percebesse.

Fiquei realmente chateada. Cheguei a pegar a caneta de volta para tentar usar, mas estava sem tampa, tinha rolado pela calçada do bar depois de uma baita chuva, não sabia se ela tinha sido pisoteada, se estava funcionando plenamente ou não... já era! Preferi não arriscar e, à muito custo, joguei fora.

Passado o tempo de Momo e com a rotina mais calma e organizada, finalmente comprei outra.
Enquanto isso, estava usando as canetas de NovoRapid descartáveis (sempre tenho uma, pelo menos, para casos de emergência).

Antes de comprar, aquela pesquisa rápida para ver se os preços estão mais ou menos equilibrados. E, qual não foi a minha surpresa, quando vi que não: a diferença de preços pode chegar a 35%!!

Algumas farmácias não tinham a caneta disponível para venda. Nas que tinham, vejam a variação:
- Diabetes Mundo Diet = R$ 326,00
- Onofre = R$ 285,64
- Drogaria Araújo = R$ 264,90
- Diabetes Service = 242,00.

Comprei pela mais barata, claro.
Finalmente chegou!!
Uso a NovoPen Echo porque ela regula a dose de insulina a cada meia unidade e eu sou muito sensível à insulina de ação rápida.

Só não entendo porque um produto exatamente igual tem tanta diferença entre os valores. Neste caso, valeu mais a pena comprar de um lugar fora do Rio de Janeiro e pagar o frete do que comprar por aqui...

Recentemente comentei sobre este tão alto custo de vida que vem das prateleiras e como ficamos sucetíveis a isso.
Além disso, nem sempre é possível fazer um planejamento e garantir os insumos com menores custos. Quando isso é viável, vale a pena. Numa continha simples, se a gente consegue comprar com antecedência e tendo tempo para aguardar o tempo de entrega, por exemplo, a gente pode economizar o equivalente a um frasco ou uma caneta de insulina!

Sigo em frente, alerta, organizada e sem deixar as canetas se perderem por aí. Lição aprendida e atenção redobrada agora.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Consulta Pública: recomendação para as Insulinas Análogas de Ação Prolongada

..."bobeira é não viver a realidade"...

Férias em 'modo peixinha'...