Crônicas do Isolamento -- 136: alô!

Telefone toca. Na tela: 136.
Opa, já sei: Ministério da Saúde.

Acompanhando algumas notícias sobre a pandemia (faço questão de não ficar mergulhada nos noticiários, para não pirar), eu sabia destas ligações que o Ministério da Saúde vem fazendo para monitorar casos suspeitos do Covid-19.

"Esta é uma gravação. Confirme se você está disposto a participar".
Com perguntas prontas e respostas simples - sim ou não - é possível passar uma visão acerca da condição de saúde de quem está desse lado da linha.

- Você está com febre e tosse?
- Você está com febre e dor de garganta?
- Você está com febre e falta de ar?

Não, não, não.
"Você não está em situação de risco".

Antes de finalizar a ligação, dicas de cuidados para prevenção: se possível, fique em casa; evite aglomerações; se tossir, cubra a boca com as mãos ou o cotovelo; lave as mãos com água e sabão o, caso não tenha, limpe com álcool gel.

São menos de 2 minutos que podem fazer a diferença para nós e para os profissionais que estão trabalhando na tentativa de garantir o mínimo de proteção aos cidadãos.

Viver sob o medo de um vírus invísivel tem seus altos e baixos.
Um dia a tranquilidade paira com a certeza de que vai passar. No outro, a angústia por não saber até quando isso vai manter a gente em casa se escondendo, deixa tudo mais difícil. A paciência acaba, as vontades - de dormir, de comer, de trabalhar, de dançar, de rir, de ler... - se alternam como num sobe e desce de montanha russa.
Assim vou levando por aqui e sei que, muitos dos meus, também.

Pois quer saber, está tudo bem.
Mesmo quando está triste, está tudo bem.
Mesmo quando está cansado, está tudo bem.
Mesmo impaciente, está tudo bem.

Não sou adepta do pessimiso e procuro me manter mais firme olhando para um futuro pós-isolamento cheio de encontros e abraços e alívios.
E se nem isso não me deixa tão mais tranquila, tudo bem.

Por hora, só de pensar que as minhas respostas foram "não" para as perguntas feitas pelo Ministério da Saúde, realmente está tudo bem.

Mais um dia.
Vai passar!




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Consulta Pública: recomendação para as Insulinas Análogas de Ação Prolongada

..."bobeira é não viver a realidade"...

Férias em 'modo peixinha'...