Aqui no IP estão expostos os meus medos, as minhas descobertas, as conquistas, os avanços nas buscas pela cura do diabetes pelo mundo, os passinhos para um melhor controle da glicemia.

O que começou como um espaço de aprendizado e de dividir a minha convivência com o DM1, se transformou em estímulo para um melhor controle da minha doçura e para seguir mostrando que se funciona para mim, pode funcionar também para tantas outras pessoas que tem o diabetes como companheiro.

22 abril, 2014

Um mundo sem Diabetes Tipo 1...

Não é conto de fadas não, esse é o objetivo da JDRF - Juvenile Diabetes Research Foundation (Fundação de Pesquisas sobre o Diabetes Juvenil).
 
 
Conheci esta instituição ano passado, durante o Congresso, e simpatizei de cara.
Logo que cheguei no estande deles, uma pessoa se aproximou para conversar, perguntou qual era minha especialidade médica (!), o que eu achava das pesquisas... Quando soube que eu era paciente, me deu um livro sobre adultos com DM1 (que é o próximo da fila) e seguimos batendo um papinho sobre o meu dia a dia com diabetes, que tipo de tratamento eu fazia, como era o meu controle e afins.

Eles focam em duas vertentes mais do que relevantes: a primeira - improving lives - vai direto na busca por uma vida melhor para os 'docinhos'; a segunda - curing diabetes type 1 - não poderia ser mais específica... a cura!!

Apesar de atuarem em diferentes países do mundo, infelizmente, o Brasil ainda não está entre eles.

Por ser uma organização não governamental, eles funcionam através de patrocínios, doações e campanhas para angariar fundos.
Além disso, promovem diversas ações para o bem de quem convive com o diabetes.
 
Trabalham em cima de um "plano", no qual quem tem DM tipo 1 tem DM do tipo que não desiste, que é forte e que vai não vai parar "until type ONE becomes type NONE", ou seja, até que o tipo um se torne o tipo 'nenhum'!
 
Para conhecer e acompanhar o trabalho deles basta acessar o site ou seguir a JDRF no facebook).
 
São inspiradores. Sou muito fã!!
Talvez até porque esta filosofia venha de encontro com a maneira que eu enxergo do diabetes... diabetes é uma condição que requer cuidados, mas que não define quem eu sou e nem rege a minha vida.
Diabetes me faz ser mais atenta, mais 'caxias' com minhas refeições, com a minha rotina. Mas não muda a minha essência.
Não muda meus valores e nem me tira o que me faz bem.
 
Mais do que isso, na verdade... me sinto parte deste plano. De um plano que já era meu sem eu nem saber que existia uma instituição que também tinha comprado esta briga - por mim e por todos as pessoas com diabetes.
 
Pois que assim seja.
Que a briga só termine quando efetivamente transformarmos o tipo 1 em nenhum!



Nenhum comentário:

Postar um comentário