Aqui no IP estão expostos os meus medos, as minhas descobertas, as conquistas, os avanços nas buscas pela cura do diabetes pelo mundo, os passinhos para um melhor controle da glicemia.

O que começou como um espaço de aprendizado e de dividir a minha convivência com o DM1, se transformou em estímulo para um melhor controle da minha doçura e para seguir mostrando que se funciona para mim, pode funcionar também para tantas outras pessoas que tem o diabetes como companheiro.

16 dezembro, 2015

Muita calma nessa hora!!

E antes que o ano terminasse (pode acelerar??), teve revisão com a minha Super: consulta com a endócrino para colocar tudo no seu devido lugar e entrar em 2016 com o pé direito.

Os exames estavam ok: uma hipo levinha pós 12h de jejum, mas sem maiores conseqüências. A tal da glicada subiu mais um pouquinho. Agora, de 7,2% para 7,5%.

Como dessa vez eu engrenei mesmo nos exercícios, tudo indica que a causa foram as correções feitas para as diversas hipoglicemias que eu tive durante a viagem para o Peru e a Bolívia e nessas últimas semanas por aqui também.
Sem alardes e dessa vez eu nem fiquei tão desapontada... já esperava que fosse acontecer.

Peso bom, pressão boa, nenhum roxinho inquisidor (ufa!), pézinhos tinindo. Um exame físico mais aprofundado na tireóide (tudo ok!) e partimos para os ajustes nas doses da insulina.

Como as glicemias de jejum ainda seguem um pouco mais baixas que o ideal, reduzimos em uma unidade a dose de insulina antes da ceia.
Outra mudança foi na dosagem da Novo Rapid, já que vez ou outra as correções estavam levando à hipoglicemias depois das refeições.
Tudo, claro, sujeito aos resultados que virão nos próximos dias, que serão de acompanhamento preciso!

No mais, alguns dos exames hormonais estão um pouco fora do que deveriam e por isso, serão repetidos em janeiro.

Cansei!!
Posso dormir e acordar dia 31 de dezembro? Sim, porque faço questão de estar bem ligadinha para acompanhar a virada e celebrar o novo que chega!

Já que acelerar não dá e metade do mês desligada também não, que sigamos, com calma e com alma, porque agora falta pouco.
(Ilustração de Monica Crema)






Nenhum comentário:

Postar um comentário