Aqui no IP estão expostos os meus medos, as minhas descobertas, as conquistas, os avanços nas buscas pela cura do diabetes pelo mundo, os passinhos para um melhor controle da glicemia.

O que começou como um espaço de aprendizado e de dividir a minha convivência com o DM1, se transformou em estímulo para um melhor controle da minha doçura e para seguir mostrando que se funciona para mim, pode funcionar também para tantas outras pessoas que tem o diabetes como companheiro.

03 janeiro, 2014

Pra desmitificar...


Já recebi mensagens de vários amigos sobre esta nova alternativa ao controle da glicemia, através da água do quiabo.
Está circulando nas redes sociais e até em programas de TV a seguinte receita:

"Corte as pontas e o fundo de 2 quiabos, coloque em um copo com água e deixe dormir. No outro dia, retire os quiabos e tome a água. O Diabetes vai sumir e suas injeções nunca mais."

Junto com a suposta solução para o DM, ainda tem depoimentos de pessoas afirmando que a glicemia reduziu e que "poção mágica" fez o papel da insulina.

De cara o que me preocupou foi o fato de ser cogitada a substituição da insulina... 
Não critico quem tenta fazer a experiência, mas substituir um medicamento de controle de uma condição séria, pode ser bem complicado!

Para ajudar a esclarecer, posto aqui o comunicado da Sociedade Brasileira de Diabetes sobre o assunto, o qual deve ser amplamente divulgado:

A Sociedade Brasileira de Diabetes vê com grande preocupação a divulgação por grandes veículos de comunicação, formas “alternativas” de tratamento do diabetes sem qualquer base científica, pelo seu potencial de malefício, especialmente para as pessoas portadoras de diabetes em uso de insulina. Mais especificamente desejamos nos referir ao Programa da Rede Globo de Televisão que divulgou os supostos benefícios da baba do quiabo para o tratamento do diabetes. Esclarecemos que não há qualquer evidência científica para tal uso e que portanto não o recomendamos.
A Sociedade Brasileira de Diabetes reúne profissionais de saúde (especialistas, professores, pesquisadores), com o interesse em diabetes e tem como missão a compreensão dos fenômenos envolvidos, prevenção, diagnóstico, tratamento e cura desta doença e suas complicações que atinge no momento aproximadamente 13.4 milhões de brasileiros. Nestas áreas de estudos grandes avanços tem ocorrido nos últimos anos resultantes de vultuosos recursos utilizados na realização de pesquisas envolvendo milhares de pessoas portadoras de diabetes em universidades de todo o mundo.
Embora ainda não curável, o diabetes na atualidade é perfeitamente controlado com medicamentos encontrados gratuitamente em farmácias populares e unidades básicas de saúde.
A Sociedade Brasileira de Diabetes recomenda que as pessoas portadoras de diabetes mantenham uma alimentação saudável, atividade física regular, uso de medicamentos prescritos pelo médico, incluindo insulina se necessário e visitem um serviço de saúde para realização de exames periódicos e consultas com outros especialistas quando necessário: cardiologista, oftalmologista, nefrologista etc.
Por último, a Sociedade Brasileira de Diabetes esclarece que tratar diabetes não significa somente tratar a glicemia, mas tratar também o Colesterol, a Pressão Arterial, a Obesidade, o hábito de fumar, todos fatores de risco para a doença vascular, principal causa de morte na atualidade.
Em 27 de dezembro de 2013.
(Por Dr. Laerte Damaceno – Editor-chefe do portal
Dr. Balduino Tschiedel – Presidente da SBD
Dr. Walter Minicucci – Presidente eleito da SBD)

Com saúde não se brinca... e como bem destacado pela SBD, controlar a glicemia é só um dos pontos do tratamento das pessoas doces!

Antes de abrir mão de remédios, buscar informação é primordial!
Fica aqui o alerta.

Um comentário:

  1. Muito boa esta informação." Que sirva de alerta para todas as pessoas que não têm conhecimentos sobre os assuntos. Pra isso é que existem os médicos." Não digo ignorar os conhecimentos de nossos antepassados, mas, sempre com a orientação de um especialista.

    ResponderExcluir