Aqui no IP estão expostos os meus medos, as minhas descobertas, as conquistas, os avanços nas buscas pela cura do diabetes pelo mundo, os passinhos para um melhor controle da glicemia.

O que começou como um espaço de aprendizado e de dividir a minha convivência com o DM1, se transformou em estímulo para um melhor controle da minha doçura e para seguir mostrando que se funciona para mim, pode funcionar também para tantas outras pessoas que tem o diabetes como companheiro.

07 agosto, 2014

Da falta que faz...

 
O Bom Dia Brasil hoje chamou a atenção para um problema muito sério em alguns estados do país: falta de insulina!
 
Pacientes que usam o medicamento diariamente estão, em alguns casos, há 2 meses sem.
 
Em Brasília, os problemas são com a distribuição da Humalog para os pacientes do SUS.
Em Goiânia e Fortaleza, com a Lantus.
 
Na Capital Federal, o Secretário de Saúde justifica informando que houve um atraso da compra causado pela troca do laboratório fornecedor. Mas que isso foi só em alguns pontos, não em toda a rede.
Ainda: alega que esta é uma insulina complementar (visto que é de ação rápida).
 
(Pausa para esclarecer: a insulina pode ser de longa ação ou de ação rápida, esta última usada para correção das glicemias. Assim, torna-se tão indispensável quando os demais, já que quando não há um controle as complicações podem surgir.)
 
Voltando à questão, por que exatamente ele considera que sendo complementar não faria falta?
 
Enfim... sobre a falta em Goiás e no Ceará, teria sido causada por atrasos nas licitações, segundo a Prefeitura.
 
Inaceitável!
Não há compensação para os riscos de uma interrupção no tratamento.
 
Não se trata de lápis, papel, mas de remédio. De um remédio que é imprescindível para manter as boas condições de saúde de quem convive com o diabetes.
Isto não é brincadeira e não deveria, em hipótese alguma, ter a importância diminuída ou até desconsiderada.
Falta de planejamento, excesso de burocracia... seja o que for, não pode acontecer e prejudicar a vida das pessoas que dependem de insulina ou qualquer outro medicamento e da assistência do Estado.
Ministério da Saúde, Governo Federal, se liguem!!
 


Nenhum comentário:

Postar um comentário