Nova lição: a agulha!


Depois de perceber que tinha alguma coisa errada com a caneta de aplicação de insulina, mandei um email pra Novo Nordisk (a fabricante), relatando o que estava acontecendo afim de saber se era comum este tipo de problema ocorrer e, nestes casos, como proceder.

Eles entraram em contato comigo pra saber mais informações sobre como e quantas vezes eu utilizo a caneta diariamente, qual o modelo da caneta (me pediram inclusive o número de série, para o caso de ser necessária a substituição, mas como já joguei a caixa fora, não tinha...).
Mas o que me chamou atenção foi quando perguntaram sobre quantas vezes eu utilizava uma mesma agulha...

Aí estava o "x" da questão!
Acabei descobrindo que o reuso de uma agulha pode não só machucar durante a aplicação, como - pior ainda - deixar entrar ar na caneta e com isso travar o êmbolo fazendo com que a dose de insulina não seja injetada corretamente.

Pela foto abaixo, dá pra ver bem como fica uma agulha usada:


Recomendo a leitura do artigo da Farmacêutica e educadora em diabetes Mônica Amaral Lenzi. Explica bem o que ocorre e destaca os principais motivos para não reutilizarmos uma agulha.

Lição aprendida!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Febre amarela: a gente - doce - pode se vacinar?

De um dia azul...

Uma dose de insulina, outra de confiança...