Pra criar - e manter - um bom hábito!

Para criar um novo hábito, é preciso dedicação, insistência, repetição.
Seja no trabalho, na atividade de lazer que está sendo descoberta, no desenvolvimento de um talento específico e até - no meu caso - na prática de atividades físicas. 

Desde fevereiro venho buscando me dedicar por 20 ou 30 minutos diários ao exercício. 
Se não der, 10 minutinhos. 
Se não puder todo dia, venho tentando pelo menos duas ou três vezes por semana.

Não foi de repente e não foi por uma paixão que surgiu pela endorfina... 
Foi por um desafio do bem lançado pela equipe de trabalho. 

Sim, isso mesmo. Por questões de saúde e bem estar de todos! 
Assim seguimos: uma competição saudável que estimulou até aqueles mais travados pela preguiça (eu mesma!) a levantar do sofá e começar a mexer o corpo. 

E, surpreendentemente, fui tomada pela vontade de fazer cada vez mais. 
Um dia de pilates de solo no meio da sala, em casa mesmo.
Alguns dias aproveitando o mar da viagem de férias para garantir umas boas braçadas. Outros aproveitando as raias da piscina da casa da Mamy ou da pousada.
O corpo sentiu. A mente também. 

Os resultados apareceram rápido: menos peso (eu já tinha recebido um puxão de orelha da minha endócrino de que a gordurinha acumulada justamente onde aplico a insulina poderia se tornar um complicador para a absorção) e glicemias mais estáveis. Nesse período, a doçura ficou quase 80% do tempo dentro do meu alvo glicêmico estabelecido (entre 70mg/dL e 140mg/dL).

Gostei da brincadeira! 
Gostei de lembrar que eu posso criar o tempo necessário para o que me traz mais saúde e só vai me fazer bem.

Como é legal ver todo mundo inspirar todo mundo!
Obrigada, time CMGT! 

O mais bacana nesse processo é que não teve o peso da competição, mas um prazer em ver cada um enviando os registros das suas atividades. 

Descubra o que te faz sair do lugar. 
Pense em alternativas...
Vale dançar, nadar, correr, pular corda, pedalar, caminhar. 


Como é importante perceber que eu posso priorizar o que é essencial.
A rotina pode ser positiva!



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Quando falta educação, sobra preconceito!

Fiasp: a insulina turbinada!

Hipo sem crise!