Aqui no IP estão expostos os meus medos, as minhas descobertas, as conquistas, os avanços nas buscas pela cura do diabetes pelo mundo, os passinhos para um melhor controle da glicemia.

O que começou como um espaço de aprendizado e de dividir a minha convivência com o DM1, se transformou em estímulo para um melhor controle da minha doçura e para seguir mostrando que se funciona para mim, pode funcionar também para tantas outras pessoas que tem o diabetes como companheiro.

06 janeiro, 2014

(Re)Começou!

Feliz Ano Novo de novo?!

Meu primeiro dia útil de 2014 chegou... já posso estar com saudade das férias e dos dias em que a única preocupação era reforçar o protetor solar?

Voltar à rotina pode não ser tão fácil e voltar aos hábitos certinhos - horários, refeições, monitoramento das glicemias... - pode ser ainda mais difícil.

Para ajudar, vou divulgar as dicas de uma das revistas que comprei há duas semanas atrás.
A matéria apresenta 30 sugestões práticas e simples de serem seguidas para o bom controle do Diabetes e acho que se enquadram muito bem para esta fase depois do período no qual a gente fica sem muita noção de tempo, espaço e direção e pode acabar esquecendo o que e como fazer...

1. Mantenha uma alimentação equilibrada: inclua todos os grupos alimentares.

2. Fracione as refeições: coma em pequenas quantidades, mais vezes ao dia.

3. Priorize os alimentos naturais: evite os enlatados, industrializados e fast foods.

4. Fique atento aos rótulos: diet mesmo só aqueles que tem 100% de redução de açúcar!

5. Beba bastante água: ajuda a eliminar as toxinas do corpo.

6. Evite refrigerantes: mesmo as versões sem açúcar tem uma quantidade muito grande de conservantes e sódio.

7. Não deixe de comer: não pule nenhuma refeição, a começar pelo café da manhã, que 'liga' o organismo; além disso, ficar sem comer por muito tempo aumenta o risco de hipoglicemias e deixa o metabolismo mais lento.

8. Não abuse dos adoçantes: podem causar desconforto e mal-estar.

9. Troque os alimentos refinados pelos integrais: são mais nutritivos e tem mais fibras, o que ajuda a evitar os picos de glicemia.

10. Reeduque seu paladar: mesmo para que não tem DM, a recomendação é sempre em reduzir o consumo de açúcar, assim como o de sal.

11. Pratique exercícios físicos: escolha o que você mais gosta, seja disciplinado e faça!

12. Controle seu peso corporal: muito mais que uma questão de estética, é uma questão de saúde.

13. Consulte o médico regularmente: o acompanhamento do tratamento pelo especialista é fundamental!

14. Cheque sua glicemia: é a forma mais fácil de verificar se está tudo em ordem no dia a dia.

15. Tome os medicamentos corretamente: perder uma dose ou tomar em horários ou doses erradas pode ser perigoso.

16. Não suspenda o tratamento: mesmo que esteja tudo sob controle.

17. Cheque sua pressão arterial: o DM eleva o risco de hipertensão (vale observar que esta verificação deve ser feita pelo médico, durante a consulta periódica).

18. Controle sua pressão arterial: se já há uma elevação na pressão, o acompanhamento médico e uma boa alimentação são fundamentais.

19. Faça os exames básicos anualmente: função hormonal, tireoide, ginecológicos, oftalmológicos... 

20. Controle suas taxas de colesterol: só com uma alimentação regrada é possível manter em níveis dentro do aceitável.

21. Durma bem: uma boa qualidade de sono é importante para regular as funções do organismo, inclusive na liberação da insulina!

22. Evite a automedicação: qualquer que seja o objetivo do medicamento.

23. Relaxe: "situações de estresse provocam liberação de hormônios como adrenalina, glucagon e cortisol, todos com ação contrária à da insulina e, portanto, podem aumentar a glicose no sangue".

24. Não consuma bebidas alcoólicas em excesso: com moderação pode e não há riscos.

25. Não fume: o cigarro potencializa as complicações do diabetes.

26. Use calçados confortáveis: sempre evitar calçados que apertem os pés e venham causar lesões.

27. Conheça seu corpo: se o diabetes estiver descompensado, os sinais vem pelo corpo através de azia, gengivite, dificuldade de cicatrização e manchas escuras na pele.

28. Trate os ferimentos imediatamente: até os pequenos ferimentos podem ser porta para uma infecção se não for cuidado adequadamente.

29. Para mulheres grávidas, atenção especial com o pré-natal: algumas medicações de controle do DM não são recomendadas para gestantes.

30. Planeje-se.

Anote no caderninho, coloque alarmes no celular, espalhe bilhetinhos na geladeira, no quarto... e valendo!!


Nenhum comentário:

Postar um comentário