Crônicas do Climatério — No caminho dos ajustes…

Voltei à minha endócrino depois dos últimos exames. 

Por aqui, tireóide ok. Adrenal ok. Fígado ok.
Colesterol um pouquinho alterado (nada que seja crítico, mas já fora de onde deveria estar), mas uma baixa nos índices de vitamina B12 e D. 
Suplementação iniciada e vai continuar por pelo menos três meses. 

Em relação ao climatério, nada de reposição hormonal agora. 
O mais crítico nesse momento é trabalhar para combater a resistência à insulina. Esse vai ser o 'ataque' inicial. 

Aumentamos a minha dose de insulina basal (aquela de ação lenta, no meu caso uma dose por dia) em 2 unidades, a relação insulina / carboidrato (a de correção para tudo que como e bebo) segue 1 unidade de insulina para cada 15g e meu fator de sensibilidade (o que corrige a glicemia quando ela fica muito fora da curva...) em 1 unidade de insulina para 50 mg/dL de doçura. 

Quanto número! 
Quanto ajuste!! 
E em tão pouco tempo, já percebi uma diferença na glicemia. 
Tenho conseguido me manter mais dentro da meta e isso me dá um alívio enorme. 

Tem mais uma super hiper mega recomendação [puxão de orelha!!]: exercício físico! 

Sim, eu já sabia. 
Sim, eu ainda não coloquei o corpinho de volta à ativa neste sentido.
Sim, eu preciso colocar a atividade física como prioridade nos meus dias. 

Como bem disse a minha endócrino, preciso considerar o exercício como parte do meu tratamento. 

O exercício vai me ajudar a melhorar a absorção de insulina, vai me trazer mais energia, vai me ajudar até na reorganização hormonal que o climatério vem tumultuando. 

Não sei se dessa vez vai ser pilates, se tento a natação ou se vou logo para algo mais firme com musculação e personal… só sei que a atividade física tem que ser encaixada na rotina sem desculpas!

Esse é o caminho que vamos seguir para começar.

Por hora, um feriado pela frente e dias de passeio, cultura e, claro, boa gastronomia em Tiradentes.
Na mala, mais disposição do que eu vinha sentindo nos últimos meses, minha insulina parceira de sempre, muitas tiras teste (vai que o ali te me deixe na mão…), um kit hipoglicemia com mel e coca-cola e a alegria de pegar a estrada para viajar.

Descanso do trabalho, descanso da mente e sem descanso da doçura do diabetes.
Esse vem comigo de mão dada, com dedicação total e o cuidado devido!

Entre uma caminhada e um torresminho, que o Libre esteja tão disposto quanto eu!! 






Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Esqueci!!

Um balanço semestral...

A diferença que traz dúvida...