Depende de como você vê...


E a revisão foi feita! Em vista das hipos contínuas que vinham acontecendo, conforme orientações da endocrinologista reduzi a dosagem de insulina em 4 unidades a partir de hoje!

Fico sempre muito feliz quando isso acontece, mesmo sabendo que posso precisar ajustar novamente e, se for o caso, aumentar a dose.

Mas é isso... um dia depois do outro.

Por mais que no começo eu tivesse uma "certeza" de que fazendo o tratamento corretamente eu melhoraria do diabetes, no fundo sabia também que esta é uma doença que (ainda) não tem cura.

Li estes dias numa reportagem que o primeiro passo para um bom tratamento é não negar o diabetes. Concordo em gênero, número e grau!

Aqui vai um trechinho de uma múscia que gosto muito e acho que reforça este pensamento:

"Metade de mim
Agora é assim
De um lado a poesia, o verbo, a saudade
Do outro a luta, a força e a coragem pra chegar no fim
E o fim é belo incerto... depende de como você vê
O novo, o credo, a fé que você deposita em você e só"

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

A vida nas prateleiras...

Crônicas do Isolamento -- E daí?

Crônicas do Isolamento -- 136: alô!