Aqui no IP estão expostos os meus medos, as minhas descobertas, as conquistas, os avanços nas buscas pela cura do diabetes pelo mundo, os passinhos para um melhor controle da glicemia.

O que começou como um espaço de aprendizado e de dividir a minha convivência com o DM1, se transformou em estímulo para um melhor controle da minha doçura e para seguir mostrando que se funciona para mim, pode funcionar também para tantas outras pessoas que tem o diabetes como companheiro.

02 maio, 2018

Pesquisa e Educação em Diabetes...

Educação em Diabetes se faz, acima de tudo, para trazer o conhecimento ao paciente.

Tratamentos, tipo de insulina, modo de operar uma seringa ou uma caneta, alimentação, como fazer a monitorização das glicemias...
A lista é grande e o aprendizado constante.

Nesse sentido, o CEFET/RJ (Centro Federal de Educação Tecnológica) está realizando uma pesquisa para avaliar o "conhecimento de usuários de insulina (frasco ou caneta) sobre a conservação da mesma".
Isso é de extrema importância, já que uma insulina que não tenha sido conservada como apropriado acaba perdendo o efeito.

Eu já tive uma hiperglicemia por usar uma insulina que tinha passado quase 12 horas no calor do verão do Rio. Contei no IP e na época até dei algumas dicas sobre como evitar isso, além de relembrar, em linhas gerais, sobre as formas corretas de conservação.

A Raiane Pereira é técnica em enfermagem no CEFET e uma das coordenadores da pesquisa.
Segundo ela, com as respostas registradas será possível planejar campanhas educativas futuramente.

O questionário é simples e pode ser respondido em poucos minutos. Para participar, é só clicar aqui.
De forma geral, as perguntas se relacionam ao manuseio e transporte da insulina desde o momento em que comprou ou recebeu nas unidades de saúde até o seu uso na rotina do dia a dia.

Em caso de dúvidas, o contato dos responsáveis pelo trabalho é conservacaoinulina@gmail.com.

Responder e divulgar a pesquisa é fundamental para que cada vez mais a informação correta e o conhecimento alcancem cada pessoa com diabetes.
E tão logo eles tenham o resultado, divulgo por aqui!


Um comentário:

  1. Me trato há anos com um médico excelente. Ele fala que qualquer parte da geladeira, com exceção do congelador, pode ser guardada a insulina, pois a temperatura de refrigeração é a mesma.

    ResponderExcluir