Aqui no IP estão expostos os meus medos, as minhas descobertas, as conquistas, os avanços nas buscas pela cura do diabetes pelo mundo, os passinhos para um melhor controle da glicemia.

O que começou como um espaço de aprendizado e de dividir a minha convivência com o DM1, se transformou em estímulo para um melhor controle da minha doçura e para seguir mostrando que se funciona para mim, pode funcionar também para tantas outras pessoas que tem o diabetes como companheiro.

20 fevereiro, 2016

Câmbio, desligo!

Mala fechada, a chuva tinha dado uma trégua... Tudo certo, hora do sono!
E aí, acordo no horário previsto, mas com a doçura abaixo do que deveria.
Hipo pra começar o dia. Levou um tempo até compensar e acabei me atrasando. Trânsito no caminho até o Galeão e resultado: perdi o voo.

Teve raiva, teve choro, e teve transtorno com a cia aérea (mesmo tendo sido a causadora do atraso e tendo total consciência disso, esperava que a Azul fosse pelo menos organizada e proativa na hora de ajudar...). Isso tudo à parte, comprei uma outra passagem e fiquei esperando. Para não correr o risco de outra hipoglicemia, fui fazer um lanchinho antes de embarcar.

Nesse meio tempo, a lembrança do sonho: tinha esquecido de levar o glicosímetro na viagem!! Praticamente um pesadelo!

Conexão corrida com tempo pra um sanduba qualquer e um café. Glicemia, a essa altura, já estava um pouquinho mais alta...

Enfim no destino - Recife: um mergulho pra recarregar.
Como bem canta Chico Buarque, amanhã há de ser outro dia.

Daqui sigo para Japaratinga e vou ficar duas semanas um pouco off.
Alguns flashes da temporada de mar e assim que voltar, novos posts sobre os medidores sem furinhos - ainda tem o que falar deles -, e sobre os demais temas pedidos.

Até já!

Nenhum comentário:

Postar um comentário