Aqui no IP estão expostos os meus medos, as minhas descobertas, as conquistas, os avanços nas buscas pela cura do diabetes pelo mundo, os passinhos para um melhor controle da glicemia.

O que começou como um espaço de aprendizado e de dividir a minha convivência com o DM1, se transformou em estímulo para um melhor controle da minha doçura e para seguir mostrando que se funciona para mim, pode funcionar também para tantas outras pessoas que tem o diabetes como companheiro.

31 dezembro, 2012

Pra ser novo. Pra ser mais feliz. 2013, pode chegar!

Lanço mão de um texto que recebi de um amigão do peito para colocar aqui o que eu quero e desejo para todo mundo. 

"A história é escrita pelas grandes transgressões
De quem mudou o mundo com suas inquietações
Tem sempre alguém pra me mostrar onde comprar, o que comer, como vestir
Nesse meu caminho (complicado), não insista porque eu não vou por aí
Se pra ser feliz devo manter algum padrão, vou seguir na contramão
Só quero dar uma volta do outro lado, pra ver como está!"

Não se prenda. 
Não se "engesse". 
Crie seu próprio padrão. 
Vá no caminho que considere o melhor. 
Preze seus valores.
E acima de tudo, siga o que o seu coração mandar!

A gente tem um ano todinho começando!


Que seja leve, fresco, cheio de coisas boas, de alegria, de felicidade, de prosperidade.
De família e amigos, de saúde! Muita saúde!

E eu, que raramente mostro a minha figura por aqui, desta vez quero mais é aparecer!

Faço questão de brindar com todos os meus amores os meus desejos.

10... 9... 8.... 

De conquistas, mas de novos sonhos também.
E de amor!

.... 7... 6.... 
Deixe pra trás a tristeza. 
Traga pro novo ano o aprendizado.

.... 5... 4....
Quero riso. Daquele que faz chorar e faltar o fôlego!

.... 3... 2....
Quero mais catarse emocional! 
Isso mesmo, emoção à flor da pele. 
Dessa que arrepia e não deixa a gente esquecer como é bom e importante viver perto de quem nos faz (e nos quer) bem!


1!!!!

Feliz Ano Novo!!!!

28 dezembro, 2012

Verão, praia, sol, mate... Mate?


Olha o Matte, Matte Leão!

- Tem mate?
- Tem sim.
- Eu quero um diet, por favor.
- Ihhh moça, diet não tem...

Poxa vida, assim não dá! Já saio perdendo na dobradinha mate de galão + biscoito Globo, já que os dois são feitos com açúcar... E na praia, entre um mergulho e outro, não conseguir tomar nem um mate 'normal', ainda que industrializado, fica chato!

Com sorte é possível encontrar nos quiosques...

Alô Leão  pense em nós, doces por natureza! 

Que tal como resolução de ano novo aumentar a distribuição de mate diet nas areias do Rio? 
Capricha, ainda dá tempo.


Enquanto isso, na hora que o calor aperta tem picolé Itália diet circulando, salada de fruta - sem leite-condensado por favor - e água de coco (de leve, um copinho, já que é rica em carboidratos!).

E viva o verão!

27 dezembro, 2012

Pra viajar na rede.

Sou do tempo em que a gente fazia trabalho para escola consultando a enciclopédia Barsa. 

Não existia internet e quiçá um fenomenal Google, onde bastasse a gente digitar absolutamente qualquer coisa de nosso interesse para ter um retorno imediato de mais de milhares (milhões?) de registros.

Mas hoje isso existe! 
Nada de ficção, realidade purinha.


Páginas e mais páginas de entretenimento, notícias, músicas, jogos, decoração, viagens, esportes... saúde!
A lista é bem extensa.

E a gente tem mais é que aproveitar!


E foi assim que descobri recentemente mais dois sites que falam especificamente de diabetes.

Dessa vez, o diferencial é que não mostram apenas quais os tratamentos e as (adoro!) receitinhas focadas para uma vida sugar free. Mostram histórias de pessoas que também (con)vivem com o DM. 
Apresentam experiências, mostram resultados de pesquisas e estudos, de superação, notícias de todo o mundo sobre os avanços e a evolução dos pacientes, falam de política e economia e explicam porque estes dois assuntos, que à primeira vista, parecem não ter conexão alguma com a matéria podem (e muito) influenciar no aumento dos casos de diabetes de uma região... 

Um deles, o Diabetic Living Online, é em inglês.

O outro, DiabetiCool, apesar do nome 'gringo' é inteirinho em português.

Indico não só para pesquisas específicas sobre um determinado ponto, mas para consultar de vez em quando mesmo. 

Para quem precisa lidar com essa tal diabetes, é bem legal ver o depoimento de outras pessoas e poder perceber, pelos diversos pontos abordados e constatações ao longo dos anos, que tem gente - paciente ou especialista - se movimentando para buscar um melhor caminho!

26 dezembro, 2012

Dream... Hope... Believe!


O ano está quase acabando...mas ainda tem tempo para boas notícias!! 

Segue a manchete: "Cientistas suíços conseguiram reprogramar o sistema imunológico de cobaias para eliminar a diabetes tipo 1 (...)."


Para explicar qual é a tecnologia da vez, copio trechinho da notícia divulgada no programa Bem Estar há uma semana:

"Em uma experiência com ratos, os cientistas conseguiram atacar os linfócitos T, que têm a chave da imunidade celular. No caso da diabetes tipo 1, eles atacam as células beta do pâncreas, produtoras de insulina, o que compromete a digestão de açúcares. Para eliminar a agressividade destes glóbulos brancos, os biólogos da Escola Politécnica Federal de Lausanne utilizaram uma proteína modificada que permitiu eliminar totalmente os sintomas da doença."




O trabalho que tem como foco doenças crônicas autoimunes - diabetes, esclerose múltipla, gota - prevê os primeiros testes clínicos para 2014.
  
Pode antecipar os fogos do Reveillon?!

25 dezembro, 2012

Here comes the sun!!



Verão, praia, calor, sol sempre por aí dando suas caras e fazendo os dias mais bonitos.

Todo mundo sabe que protetor solar deve ser usado todos os dias e todo mundo sabe também os melhores horários para se expor ao sol.

Tá, nem sempre isso é respeitado à risca...

Mas a boa notícia é que um pouquinho de sol "in natura" faz bem.
Ele é fonte direta de vitamina D (representa 90% de tudo que absorvemos).

E sabe porque isso é relevante?

Conforme publicado este ano, "um novo estudo americano revela uma possível ligação entre baixos níveis de vitamina D e a síndrome metabólica, doença que altera as taxas de glicose, triglicérides, colesterol, pressão e peso (...)."
Portanto, pra ajudar a controlar o diabetes tipo 1 também é super favorável!

O recomendado pelos pesquisadores é a exposição ao sol por um período entre 15 e 20 minutos, sem proteção solar ("fatores de proteção acima de 8 já impedem a absorção da substância") antes das 10h. O ideal é que isso aconteça pelo menos 3 vezes por semana.

Outras fontes de vitamina D (os 10% restantes) são peixes (salmão, atum), ovo, fígado, bebidas de soja e cereais matinais.

Para se entender a importância da vitamina D para a saúde, hoje ela é o ponto focal de um tratamento - não reconhecido e considerado pela maioria dos médicos ainda como experimental - contra esclerose múltipla.

Neste casos, as pesquisas sugerem "que a prevalência da doença é mais alta em países distantes da linha do Equador, com incidência solar mais baixa, onde a população produz menos vitamina D".

Daniel Cunha, jornalista e um dos pacientes que estão em tratamento com o Neurologista Cícero Galli Coimbra, da Universidade Federal de São Paulo, fez um documentário sobre o assunto: Vitamina D - Por uma outra terapia.
Eu recomendo!

Superação e acima de tudo confiança. Histórias reais de superação e fé!

"Here comes the sun... and I say: it's all right!"

24 dezembro, 2012

Pra bater o sino!



Harmonia, Cumplicidade, Paz, União, Companheirismo.

Abraço, beijo.

Não paga nada, sempre tem em estoque e é garantido que quando damos, ganhamos também de imediato.

Pois que o saco do Papai Noel venha bem cheio deles!



Este ano meus votos vem especialmente escritos pelas mãos de queridos amigos:

Que a Amizade seja sempre valorizada, porque às vezes "é assim que eu posso ajudar!!!".

Que haja Determinação, para que tenhamos "persistência no tratamento e controle do diabetes e certeza de que é possível viver bem com os devidos cuidados.

  Que a gente nunca esqueça do "Amor pelas pessoas...".

 
E que a Fé esteja sempre presente, para "Nunca desistir!!! Acreditar sempre... e seguir!!".

Que estes e todos os outros desejos, em cada uma dessas mãos, sejam multiplicados, se concretizem e cheguem sem medidas para todo mundo!

Feliz Natal !!!!

21 dezembro, 2012

2 anos!!



"Anunciaram e garantiram que o mundo ia se acabar
Por causa disso minha gente lá de casa começou a rezar
E até disseram que o sol ia nascer antes da madrugada
Por causa disso nessa noite lá no morro não se fez batucada..."

Assim cantou Carmem Miranda, há um certo tempo atrás...

O que acontece é que tal do mundo não se acabou (ufa!).
Com ou sem fim do mundo cada um foca na sua fé, mal não faz!
O sol chegou na hora que devia, já trazendo o verão, e minha batucada rolou sim (tudo bem, foi logo ali na Lapa mesmo).

E já que o mundo continua sendo mundo, vamos comemorar que é dia de festa por aqui: meu Insulina Portátil completa dois aninhos hoje!!


Como parece que foi ontem que eu resolvi, cheia de 'poréns' na cabeça, apertar o enter que publicava o primeiro post, com um receio de como a novidade seria recebida.

E de mansinho ele está crescendo. E eu também: mais experiente no assunto, mais segura sobre o tratamento, mais ciente da minha postura.

Ainda não está como eu quero... A intenção é de todo dia ter uma atualização (assuntos não me faltam!). Pelo menos por enquanto eu não consigo. Mas os rascunhos existem e estão no forno só esperando.

Relendo os posts vejo insegurança algumas vezes; escrevia pensando: será que alguém vai ler? ou "preciso escrever algo bacana e relevante, para que as pessoas que acompanham o blog não percam o interesse!" e mais: "será que este blog faz algum sentido"?


Para o público, espero que sim, mas não posso afirmar com 100% de certeza. 
Por outro lado, para mim não resta um pinguinho de dúvida: faz todo o sentido!
Com o blog mantenho o estímulo de estudar, pesquisar, me empenhar e ter sempre os pés no chão!




Meu pedido? 
Força, paciência, calma, foco sempre! 

Mais quitutes diet por aí, mais e mais avanços e opções de tratamentos menos invasivos e que a cura, que eu acredito que está cada vez mais perto, chegue logo!






Então, que venham mais e mais aniversários, recheados de boas noticias, superação e descobertas.

20 dezembro, 2012

Prescrição: cante, dance e sapateie!


"A música nos remete a mudar o foco das atenções, a abrir uma nova percepção e novo contato com a realidade, estimulando alterações tanto cerebrais quanto corporais (sentir/pensar/expressar). Podemos encontrar vários estudos e pesquisas no Brasil e em outros países sobre o uso da música e seus elementos na área da saúde, beneficiando muitos pacientes em recuperação."







E mais: ela afirma que a música "recupera e exalta a sensação de sentir-se vivo, coloca em contato com um estado interno saudável, eleva a autoestima, controla e diminui o estresse, nos permite novos movimentos, facilita a expressão de sentimentos, desperta emoções, altera o estado de humor, fortalece a esperança e a confiança, acalma, equilibra e agita. No momento em que vivemos a música o estar doente se torna secundário e novos potenciais podem ser despertados." (grifo meu)

Eu sempre gostei de música, desde pequena. Minha mamy - que chegou a cantar no Orfeão da Lucília Villa-Lobos (chique!) - sempre nos brindou com essa mania boa de ouvir música.
Rádio, disco (sim, sou do tempo da vitrola e do vinil...), shows.
Ainda bem! 

E hoje, além de ouvir, tenho o imenso prazer de tocar. E isso faz mesmo diferença no meu dia. Música deveria ser prescrita para todo mundo. 
Está triste? Música. 
Está feliz? Música. 
Está ansioso? Música. 
Está com saudade? Música também. 
E, porque não, está passando por uma fase de complicaçãozinha na saúde? Música! 


Qualquer dose, você decide. 

Agora vem a parte boa: para DM, música de novo! 
Sobre a aplicação no tratamento do diabetes, ela entra como um facilitador, um instrumento para ajudar a acalmar os ânimos, já que o estado emocional influencia diretamente na variação da glicemia.

Deliciem-se. Divirtam-se.
Faz bem para a saúde!!

18 dezembro, 2012

20.000!!


14 de maio de 2012: neste dia, depois de 1 ano e meio no ar, o blog chegou a 10.000 acessos.
Número grande!! 
Acho que nunca tinha pensado em quantas vezes este blog seria acessado, apesar da intenção maior de divulgar e dividir minhas experiências dessa vida "doce que nem caramelo".

E eis que me pego surpreendida mais uma vez: (só) 7 meses depois, meu Insulina Portátil atingiu hoje o impressionante número de 20.000 acessos!!!! 

Não consigo medir minha alegria!  

Juro, não consigo explicar como isso me deixa feliz. 

É como se significasse que tem mais gente querendo aprender, querendo se cuidar melhor, querendo mostrar que não é preciso se trancar e levar a vida 'numa ruim' porque tem diabetes.

Pretensão minha? Sei lá...
Mas desde que o blog faça tão bem a quem acompanha quanto faz à mim, que seja!

Do fundo do coração.

17 dezembro, 2012

Quando tamanho é documento!


Como fui "sorteada" com o DM1 - da minha família (primeiro e segundo graus) ninguém tem diabetes (ainda bem!) - não acredito muito nesse papo de que tem a influência de um fator hereditário...


E reforço minha teoria com o resultado do estudo realizado por profissionais da Universidade da Flórida, que mostra que o pâncreas de pessoas com diabetes é cerca de 50% menor que o de pessoas que não tem DM. A pesquisa, que avaliou os pâncreas de 164 doadores de órgãos, mostrou também que em quem tinha maior risco de desenvolver o diabetes tipo 1, os pâncreas eram 25% menor. 


E qual é a importância disso??
Prevenção!

A perspectiva é que estas avaliações possam, daqui a um tempo, ser feitas através de ressonância magnética nos pacientes.

Para mim, fica bem claro que tendo um fator real, físico, que possa ser monitorado diretamente na pessoa, aumentam as chances de frear - ou até evitar - o desenvolvimento do DM!

Mas ainda que não seja assim, de acordo com uma das pesquisadoras "ao entendermos como ele se desenvolve, podemos pensar em novas maneiras de tratá-lo".

E só isso já ajuda bastante!


16 dezembro, 2012

Em minhas mãos!

Como para muitas outras coisas, a decisão de cuidar da saúde e controlar bem o diabetes está nas minhas mãos.

Cabe a mim lembrar de tudo o que pode acontecer se eu resolver chutar o balde...

E é através das mãos que o controle da glicemia pode ser feito para uma melhor gestão da alimentação, da medicação: um furinho no dedo basta!

Agora, também pelas mãos, a One Touch Diabetes Brasil agrega esperança e ajuda para a Associação de Diabetes Juvenil (ADJ).
Com a campanha 'Em suas mãos', que foi inspirada no Programa La Palabra en Tu Mano, a gente mostra apoio e ainda ajuda a associação a cuidar de crianças e jovens com DM. 

É super simples participar: primeiro você tira uma foto da sua mão com a palavra que você escolheu e que representa algo importante para você, seja no seu tratamento, no de alguém que você conheça ou simplesmente por querer ajudar. Depois você publica a foto nesse link da campanha no Facebook, explicando o porque da palavra escolhida. 

Para cada mão, será doado R$ 5,00 para a ADJ como contribuição para o tratamento de crianças.

Fácil, não é?
E bem bacana também!

Então, criatividade e emoção a postos e, literalmente, mãos à obra!

A minha escolha não poderia ser diferente: GRATIDÃO.
Assim, bem grande mesmo! 
À minha família que me dá apoio e amor incondicionalmente, aos meus amigos incríveis que desde sempre assumiram esse bicho estranho junto comigo, à minha super endócrino que me ensinou, me ajudou e me incentivou desde a primeira consulta.


Agradecer muito é pouco!

14 dezembro, 2012

Para se comportar e garantir os presentes de Noel!



Final do ano, Natal, Reveillon, festas de confraternização, amigo-oculto... e milhares de tentações! 

Fica bem mais difícil controlar a alimentação e a 'gulodice'... Tantos quitutes gostosos e elaborados chamando a atenção que complica manter a disciplina.

Então, para ajudar, tem umas dicas simples e legais da Nutricionista Paula Cristina Augusto da Costa, da Universidade Federal de São Paulo:

Pra começar, o mais importante: "O que não pode, mesmo, faltar no Natal é bom senso". Essa é a regra número 1! E vamos ser bem honestos, isso não pode faltar nunca.




Agora o foco nas guloseimas...

Uma coisa que deve ser lembrada: "Se juntar arroz e farofa, por exemplo, reduza a quantidade de arroz e equilibre com uma porção de verduras e legumes".

"Na hora de preparar os quitutes, é possível substituir o óleo ou azeite por vinho. Algumas receitas ganham em sabor, como carnes, frango, legumes e, como passam pelo processo de cozimento, eliminam o efeito do álcool". 

Se a receita levar creme de leite, a dica é substituir por iogurte desnatado. E se ficar um sabor um pouco azedo, dá para quebrar com um pouquinho de adoçante.

Essa eu não sabia: "... a fruta seca concentra maior quantidade de açúcar ...". Neste caso a recomendação é optar pelas frutas frescas mesmo.

Isso tudo funciona muito bem para festas em casa (ainda que não seja na sua), mas para eventos fora, em restaurantes, barzinho e festas de empresa pode ser um pouco mais complicado.

Mas dá para segurar a onda sim... e é aqui que sai a Nutricionista e entra a especialista em (con)viver com o DM: escolha o que você mais gosta e se permita comer um pouco (olha a minha 'licença poética' aí!).

Rabanada, Panetone, uma torta tradicional das festas de família.

Delicie-se!

É perfeitamente possível. Basta ter moderação. 
Sem excessos. Sem exagero.

Em tempo: se comportou bem durante o ano?
Então corre lá e manda a carta para o Papai Noel!

10 dezembro, 2012

Maratona?? Quase!

Nada de 5km, corrida na Lagoa, Meia Maratona do Rio... minha corrida é contra o tempo! 
Isso nunca fez tanto sentido para mim.

Todo dia me programo para fazer 'x' coisas e já de manhã tudo muda. 
O dia não parece ter nem as 24 horas... 

Mais ensaio (adoro!), mais trabalho (já esperava...), mais assuntos (muitos!) para falar e publicar aqui e me falta o tal do tempo!

Posso pedir pra ele ir mais devagar?


Não seria uma má idéia, pelo menos até o Carnaval passar!




04 dezembro, 2012

Pra ter 'estilo'!


Sempre que escrevo aqui no blog tomo o maior cuidado. Releio todo o post antes de publicar, presto atenção quando faço referência a alguém ou a alguma instituição para ter certeza que os nomes estão corretos... mas mais do que isso, sempre procuro palavras que possam substituir o uso do termo 'doença', apesar do DM ser uma dessas e ser tratado como tal quase todas as vezes que é citado.

Mas eu não curto. Sabe porque? Porque eu não estou doente!

Tenho uma condição de saúde boa e que requer cuidados. 
É isso. E é assim que me vejo, assim que levo minha vida.

Pois hoje me deparei com o quadrinho abaixo:


"Doença" é uma palavra muito feia.
"Doença" não se encaixa com diabetes.
Diabetes é mais um estilo de vida sem uma escolha.

Talvez não concorde apenas com a última parte...

Sem uma escolha?
Pode ser, se considerarmos que ainda não existe reversão desta condição 'doce'.

Mas, correndo o risco de ser muito piegas (ou, por que não, consciente!), eu escolhi me cuidar! 

Ainda é sem escolha?

Fica a dica! 

30 novembro, 2012

To be Brave!


Já passei por algumas situações que eu considero curiosas, mas que para o 'o outro'...

De vez em quando viajo bem cedo e para não tumultuar os horários da insulina deixo para tomar café da manhã no aeroporto. E para não correr o risco de uma hipoglicemia, a aplicação da insulina também acontece só no aeroporto.

No começo, até pela situação que era uma novidade para mim também, quando não estava em casa eu entrava em algum banheiro de shopping, restaurante, avião, para poder aplicar a insulina. Hoje em dia, não me preocupo mais se alguém vai olhar ou não, o que vão pensar. 
Faz parte da minha rotina.

É aí que entra o constrangimento - não o meu, que fique bem claro. 
Já me peguei sendo observada diversas vezes! Pessoas tentando disfarçar, outras nem tanto, pessoas de boca aberta, quase assustadas...

Pois então, não bato tanto na questão da divulgação à toa. Acredito mesmo que se o assunto fosse mais conhecido, eu seria poupada disso... 

Esta semana descobri mais uma coisa bacana... Volta e meia fico passeando pela internet para buscar informações sobre o DM e ver o que anda acontecendo pelo mundo e foi assim que me deparei com o Bravelets.

Trata-se de uma instituição sem fins lucrativos que surgiu a partir da vontade de uma filha em criar algum objeto que ela, a irmã e o pai pudessem usar em apoio à mãe, diagnosticada com câncer de mama.

E assim surgiram os "braceletes de braveza". O objetivo é que cada vez que eles olhassem para seus pulsos lembrassem que tinham que ser fortes e estavam lutando junto com ela.


O que representa o diabetes é esse aqui ó:


E sabe o que mais? Para cada um que é vendido (35 dólares a unidade), 10 dólares são doados diretamente ao combate da respectiva causa.
Legal não é?!

Eles ainda não fazem entrega fora dos Estados Unidos, mas quem sabe numa próxima viagem volto com um no braço...

Como tão bem canta Milton Nascimento, "é preciso ter força, é preciso ter raça, é preciso ter gana sempre"!

28 novembro, 2012

Quem quer pão?


"Será que a sorte virá num realejo?
Trazendo o pão da manhã, a faca e o queijo..." 

Pois então, o pãozinho do café da manhã, cantado até pelo Teatro Mágico, pode ser consumido sim. 
Só não pode ser em excesso.

Para ajudar, valem as dicas super práticas e que foram apresentadas hoje no Programa Bem Estar:


Além das observações sobre cada tipo de pão e os respectivos benefícios, é importante avaliar os ingredientes de cada um, já que um pão de forma integral, por exemplo, pode até ter mais calorias que um pão branco...

Mas, o que eu gostei mais na matéria foi a indicação sobre o melhor acompanhamento (manteiga, requeijão, maionese, margarina e geleia foram os avaliados), considerando o horário do consumo e o tipo de pão escolhido:

"Boa parte desses acompanhamentos tem gordura, que precisa ser ingerida sempre com moderação - principalmente no caso das saturadas, que aumentam o colesterol. Dentre as opções mostradas no programa, a manteiga com sal é que tem mais gordura saturada e também mais calorias.

O acompanhamento com menos gordura saturada é a maionese, que também é um dos que têm menos calorias, junto com a geleia 100% de fruta.

Já o requeijão tem mais proteína do que os outros alimentos, porém tem mais sódio. Quem ganha nessa categoria, com menos sódio, é a margarina com sal, que também faz bem para o coração."

Assim é possível ter equilíbrio e garantir um 'bom dia' com uma torrada quentinha ou um pãozinho recém saído do forno!

27 novembro, 2012

22 novembro, 2012

Pra manter o tom!


Uma das primeiras coisas que deixam bem claro quando a gente tem diabetes é que o exercício físico é fundamental.

Outra coisa bem importante é que, além do açúcar, um estado de stress ou de alteração emocional também pode fazer a glicemia subir!

Pois bem, não gosto de academia, não pratico esportes... e aí?? 
Uma caminhadinha na praia vez ou outra, mas minha alegria mesmo foi quando minha Super Endócrino disse com toda clareza que meus ensaios de batucada podem e devem ser considerados como atividades físicas!! Oba!!!! Problema resolvido!!

E é por isso que hoje, no dia deles, eu quero deixar registrado aqui meu imenso agradecimento e declarar todo o meu respeito e carinho aos Músicos.
Sim, eles tem um dia! 
E é mais do que merecido.

Então, como eu já disse por aí mais cedo, aos músicos profissionais - em especial aos que me ensinam e aos que tenho por perto - meu reconhecimento sempre!
E aos de brincadeira como eu (olha aí embaixo ó...), que a gente consiga sempre ter um espaço nessa vida louca e corrida para praticar a arte e alegria que é ser músico!


Salve!


20 novembro, 2012

Diabetes às avessas??


Quase: Glicogênese; falta de glicogênio.

O que é isso? 
Em linhas gerais, o glicogênio armazena glicose. 
De acordo com o Portal Educação, "o fígado é uma peça chave no metabolismo do glicogênio. Ele contém enzimas que sintetizam glicogênio para armazenamento e que finalmente o quebram em glicose livre, que é em seguida liberada no sangue."

Assim, garantimos a energia necessária para as atividades rotineiras de um dia normal.

Pois essa deficiência rara faz com que uma menininha de 9 anos precise tomar diariamente antes de dormir 3 litros de leite misturados com uma sopa de farinha de milho, para que durante a noite a energia seja aos poucos liberada no organismo dela.

Isso tudo por causa da deficiência em armazenamento do glicogênio...

E mais, durante o dia, nos lanches entre as principais refeições, ela come doces e chocolates!

De acordo com a matéria publicada na página da Revista Crescer, apenas 1 pessoa em três milhões é afetada por esta doença...

Poxa... que loteria!

18 novembro, 2012

Pra ser gentil.


O sábado foi de almoço com amigas e arquiteta e um passeio no Casa Cor.

Tentação!! Enlouquecida de tanta coisa legal.

O saldo? Várias idéias boas pra casa nova e um brigadeiro de pistache!

Olha ele aí:


(Falha: tirei a foto depois da primeira mordida!!)

Vou explicar!

No meio da andação pelos diversos espaços, tinha uma lojinha da Fabiana D'Angelo, que é famosa pelos brigadeiros que faz e fornece especialmente para casamentos e grandes eventos.

Paramos e logo falei para as meninas que duvidava que tivesse alguma opção de brigadeiro sem açúcar... Dito e feito! Mas decidi comer um brigadeiro mesmo assim... dia de usar minha "licença poética". E tinha que valer a pena: escolhi o de pistache.

Pois a pessoa que nos atendeu (outra falha minha: não perguntei o nome dele!) ouviu e me disse que eles não tinham porque até hoje não conseguiram uma receita que tivesse um bom resultado em termos de textura e sabor.

E eu, metida que sou e me achando a mais experiente no ramo dos brigadeiros 'zero' fui logo falando: "faz com doce de leite diet que fica ótimo!".

Contei que essa dica foi passada por uma confeitaria e que desde então só faço assim. Falei também do cacau em pó, mais uma senhora que estava na mesa ao lado perguntou e a conversa continuou nesse rumo...

No final das contas, o meu brigadeiro foi presente, cortesia pela dica e por eles não terem uma opção sem açúcar! 
O máximo!

Então, quero dizer de novo que o brigadeiro de pistache estava muito gostoso e deixar aqui meu agradecimento pela baita gentileza! 





15 novembro, 2012

Consultas, conversas e afins!


Esta semana tive consulta com a minha Super.
1 hora e meia... 30 minutos de consulta e 1 horinha de um bate papo ótimo!!
Adoro!

Mais uns quilinhos agregados (passei da marca dos 53kg)... mas pela primeira vez na história dessa minha vida mais doce não fiz os exames!! Perdi o pedido. Sumiu. Não achei por nada!

Mas tudo bem... como está tudo tranquilo, vou fazer em dezembro e enviar por e-mail (coisas do mundo moderno!)

Depois da consulta "happy hour" e no embalo do dia chuvoso que estava, parei para tomar um café no Starbucks e me deparei com um pão de queijo integral! 


Provado e aprovado. A única crítica é que podia ter um pouquinho menos de sal...

De volta para casa, jantarzinho fácil (massa integral com brócolis, atum e creme de cebola) acompanhado de uma boa taça de vinho. Depois, banho e cama!!

E assim, lá se foi o stress que até então teimava em me fazer companhia.

Pronta para aproveitar o feriado com dia útil de folga e programinhas legais previstos! 

14 novembro, 2012

Dia Mundial do Diabetes!


Mais um ano e mais um Dia Mundial do Diabetes, que, sendo muito honesta, eu só passei a prestar atenção depois que passei a conviver com o dito-cujo!

Ainda não foi dessa vez que Sir Frederick Banting "conquistou" um doodle. Ainda não foi dessa vez que tivemos muitas ações que fizessem o dia 14/11 ter o destaque que deveria (pelo menos aqui no RJ...).

Por outro lado, as pesquisas avançaram, os estudos evoluíram e os resultados indicam que a estrada para quem tem DM vai ser cada vez menos sinuosa.

Pois que assim seja!

Que não se perca o foco.
Que se invista mais e mais em prevenção.
Que se tenha cada vez mais divulgação.
Que mais pessoas tenham acesso aos melhores tratamentos.
E aos que tem oportunidade de se tratar, que não a desperdicem!









13 novembro, 2012

É amanhã!!


Falta 1 dia para o dia D!

E mais um dia para que fosse alcançada a meta do Big Blue Test (na última semana só consegui colaborar uma vez... o que também significa que não fiz exercícios e que isso não é o ideal no meu tratamento!)... 

E sabe o que aconteceu??
Ontem, dia 12/11, 2 dias antes da data final, foi cumprida a meta dos 20.000 testes!!

O número de hoje é 21.178!!

Ótima notícia, já que caracteriza que mais de 100 mil dólares foram doados para instituições em locais carentes e que não tinham até então condições de dar tratamento a pacientes com diabetes.

Junto com isso, outra notícia boa: a Sociedade Brasileira de Diabetes vinha sendo cobrada - por instituições públicas e privadas - a "se posicionar oficialmente quanto a vários conceitos e recomendações relativos a importantes aspectos da assistência à pessoa com diabetes na prática clínica diária", visando a atualização de profissionais da área médica, especialistas em DM ou não.

Como resultado, serão publicados pela SBD Posicionamentos Oficiais, que apresentam informações e dados técnicos específicos sobre o diabetes, suas patologias, tratamentos, complicados, etc.

O primeiro P.O. está disponível para consulta no site da SBD.

Viu só, quanto mais cobranças houver, maior o retorno.
Esse é o caminho!




09 novembro, 2012

"Vesti Azul, minha sorte então mudou!"

Sexta-feira, o tempo não está lá essas coisas, dia meio nublado... mas é sexta-feira!

Vestiu azul?
Olha o meu azul do dia aí...


Não precisar ser o modelito todo, basta um acessório charmoso!

E para reforçar a idéia, a trilha de hoje é Vesti Azul, do Simonal.

"Estava na tristeza que dava dó
Vivia vagamente e andava só
Mas eis que de repente
Me apareceu um brotinho lindo que me convenceu...

Dizendo que eu devia
Vestir azul
Que azul é a cor do céu
E seu olhar também
Então o seu pedido
Me incentivou...

Vesti azul!
Minha sorte então mudou..."

Assim dá para convencer, não dá??

08 novembro, 2012

Porque a luz não serve só para "alumiar"!

Idéias agora também vem pela rede!

Esta semana recebi pelo Twitter o link para esta novidade: um medidor ótico de glicemia, que utiliza luz infravermelha para medir o nível de glicose no sangue continuamente, sem precisar daquela furadinha incômoda nos dedos! 

A tecnologia, que foi desenvolvido pela C8 MediSensors e recebeu aprovação recentemente da União Européia através do CE Mark Approval (permite a comercialização do produto no continente Europeu), consiste na emissão de um pulso de luz que ilumina a pele e identifica exclusivamente as vibrações das moléculas de glicose. As leituras glicêmicas são armazenadas no monitor (fixado na pele através de uma cinta) e enviadas (por um sistema de transmissão sem fio) para um aplicativo de telefone celular do tipo smartphone

Criação de deixar Thomas Edison orgulhoso!


Pela descrição do sistema e conforme apresentado no vídeo, à primeira vista acho que o uso da cinta deve causar um desconforto, mas considerando que o furinho nos dedos também não é agradável, pode ser interessante!

O bacana da história é que a empresa foi formada por 3 amigos, pela vontade de um deles em tornar mais tranquila a vida do filho, que tem diabetes. O foco são soluções menos invasivas para monitorização da glicose e para o trabalho eles contaram com apoio de instituições de saúde e outros pacientes com diabetes.

Ainda não tem referências de preços, mas pelo site, se você entrar com a opção de 'União Européia' é possível reservar o medidor para entrega exclusivamente em países da Europa.

Por enquanto, é importante destacar que o monitor é recomendado para maiores de 18 anos (não consegui nenhuma referência sobre o porque disso) e ainda não foi aprovado pelo FDA (Food and Drug Administration) nos Estados Unidos ou pela ANVISA, no Brasil!



07 novembro, 2012

Inspire-se!


Compartilhe. 

Divulgue. 

Explique. 

Esclareça. 

Ajude. 

Foque. 



Falta 1 semana para o Dia Mundial do Diabetes. 
Este é o vídeo da Campanha.

Inspire-se.

Faça por onde.

Proteja o seu Futuro!






05 novembro, 2012

Big Blue Test: terceiro balanço.


Preguiça: 

Etimologia - é um termo oriundo do latim PIGRITIA, aversão ao trabalho.

Descrição - o preguiçoso, conforme o senso comum, é aquele indivíduo avesso a atividades que mobilizem esforço físico ou mental. De modo que lhe é conveniente direcionar a sua vida a fins que não envolvam maiores esforços.

(fonte: Wikipédia.)

Ai ai ai.... fui dominada por este pecado na última semana.
Muito trabalho + feriadinho na sexta-feira + festa = nocaute!

Garanti dois dias de exercício só, mas de qualquer maneira aí está o registro:


Até hoje a campanha já registrou 7581 testes. 
Parece muito, mas ainda está longe da meta (20.000) e falta pouco tempo!!

Nestes próximos 9 dias vale o maior empenho possível (meu inclusive!)!

31 outubro, 2012

Para ser Nobel!


Há algum tempo escuto falar de estudos com células tronco visando a melhoria das condições de saúde dos pacientes com diabetes e, porque não, a cura desta doença crônica!

No Brasil, o Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto avançou bastante nestas pesquisas e já realiza alguns tratamentos neste sentido. 


Mas esse é um assunto que está no centro das atenções de todo o mundo. Por conta disso, este ano dois pesquisadores foram contemplados com o Prêmio Nobel de Medicina.

A pesquisa realizada por eles (individualmente) teve o mesmo tema: as células IPS: Induced Pluripotent Stem Cells, ou Células-tronco Pluripotentes Induzidas.

Como descrito na matéria da SBD, o que as diferencia das células tronco embrionárias é o fato delas serem formadas a partir de células adultas. Assim têm, entre outras, a vantagem de serem consideradas "fonte praticamente inesgotável de células-tronco" e por não utilizarem embriões, "driblam problemas morais, éticos e religiosos".

E qual é a importância disso tudo no tratamento do DM?

Conforme descrito pelo Dr. Carlos Eduardo Barra Couri, "este tipo de pesquisa passar a ser útil como fonte inesgotável de células beta com a vantagem de ter o DNA do próprio paciente. Estas células então poderão servir de fonte de ilhotas nos estudos de transplante de ilhotas pancreáticas (...)"

Como resultado, pacientes tanto de DM1 como de DM2 poderiam ter, respectivamente, o repovoamento e a regeneração das células beta, que são as grandes responsáveis pela produção da bendita insulina no organismo!

Pois então, meus sinceros agradecimentos a estas pessoas, que trabalham para tornar realidade o que a gente tem como esperança e fazem com que a nossa confiança só aumente! 
Um viva!


30 outubro, 2012

Saúde x Vaidade??


Antes de descobrir que estava com diabetes, emagreci uns 8 quilos em menos de 1 ano. E isso sem fazer esforço... Acreditava que era porque estava viajando muito a trabalho e assim acabava não comendo bem. E ainda tinham meus ensaios... Juntei uma coisa com a outra e deixei passar. 

No geral, estava me sentindo bem e não imaginei que pudesse ser o sinal de que alguma coisa estava errada. 

Uma amiga super querida que é psicóloga (excelente, diga-se de passagem!) e já trabalhou com distúrbios alimentares me disse uma vez que se eu tivesse engordado esses mesmos 8 kg, sem mais nem menos, era bem provável que tivesse procurado um médico.

Nunca me preocupei em estar magrinha ou gordinha e menos ainda com o que as pessoas achavam. Mas quer saber: ela tem razão.

Hoje em dia a preocupação com a estética, em ter um corpinho violão e de acordo com os padrões exigidos pela sociedade é tão grande que as pessoas deixam a saúde em segundo plano se for preciso...

Por isso, recomendo o artigo da Dra. Marlene Merino Alvarez (Nutricionista do Departamento de Nutrição da Sociedade Brasileira de Diabetes e da Universidade Federal Fluminense) que foi publicado na página da SBD semana passada.

O que ela sugere é que a alimentação a que estamos acostumados já é o primeiro passo no caminho de uma alimentação mais balanceada e saudável:

"(...) outras culturas como a brasileira também possuem vantagens nutricionais, como nossa tradicional mistura "arroz com feijão" que possui a combinação perfeita de aminoácidos (proteínas) (...)."


"O cardápio saudável brasileiro inclui muitos itens tradicionalmente consumidos, por exemplo o tradicional cafezinho (com adoçante), que pode ser misturado ao leite (desnatado para adultos) e acompanhado pelo pão francês com margarina (...)."

Na verdade, logo que comecei a ler o artigo me remeteu a esta situação e, uma coisa leva à outra, ao assunto deste post.
Mesmo nunca tendo me preocupado, tenho que admitir que não engordar mesmo comendo muito bem (sempre fui "boa de garfo", mas estava comendo além da conta - outro sintoma que na época passou despercebido) era confortável...

Hoje em dia, presto atenção em qualquer detalhe. E, embora nunca tenha feito isso, não abro mão da minha saúde por nada!

29 outubro, 2012

Big Blue Test: segundo balanço...


Como eu já previa, nesta última semana não fiz exercício algum!

Viajei na segunda-feira cedinho e fiquei a semana toda fora a trabalho. Foi bem cansativo, não deu para ver a hora passar! Mas bem produtivo também. E foi importante para retomar o fôlego: olha só como está minha usina:


Depois emendei uma viagem de final de semana para ir ao casamento de uma amiga.

 Com tudo isso, não pude contribuir com o Big Blue Test...

Mas de qualquer maneira, a campanha continua. 
E o status é de 4.101 registrados até agora.
Ainda está um pouco longe da meta, mas ainda temos 2 semanas pela frente!





26 outubro, 2012

Azul de céu!

E já que hoje passei a maior parte do dia voando, o azul vem do alto!


Uma coisa que curto em voar é estar sobre as nuvens e poder olhar tudo lá de cima!

Estava em Porto Velho desde segunda-feira e hoje, depois de uma semaninha bem puxada (e que parece ter durado mais tempo que os 5 dias úteis), voltei.

Cansada, ainda com uma lista de tarefas de trabalho interminável, mas na Ilha da Magia!
Casamento de amigos, matar a saudade da família... Compensa até o fato ter acordado no meio da madrugada para viajar e ter tomado um cházinho de cadeira no aeroporto antes de embarcar, por conta de mau tempo onde nossa aeronave estava!

Primeiro trecho foi ok. Conexão em BH no horário (corrida, por causa do atraso do primeiro voo), um pouquinho de turbulência no caminho até o Sul (desnecessário!)... mas agora pés no chão de Floripa!

"Portas em manual: desembarque autorizado".

Agora é só curtir o final de semana!


25 outubro, 2012

Meu Prato Saudável


Olha que legal: o Hospital das Clínicas em parceria com o Instituto do Coração (InCor) lançou este mês o Programa Meu Prato Saudável.

O programa (que pode ser consultado pela internet ou baixado como aplicativo de celular) visa "garantir que todos os nutrientes essenciais ao organismo estejam presentes no seu dia a dia" e "mostra de maneira visual e facilitada as porções de alimentos que compõem a pirâmide alimentar (...)".

Os alimentos estão divididos em 12 categorias: Cereais, pães, tubérculos e raízes; Carnes e ovos; Frutas e hortaliças; Leguminosas; Leite e derivados; Óleos e gorduras; Açúcar; Sal; Sal light; Adoçante; Líquidos; Sucos; Café; Chás; Cerveja e vinho; Refrigerantes.

Além de apresentar a porção ideal de cada um, ele descreve os benefícios e, quando é o caso, alerta para o que não deve ser consumido.
O programa também indica como montar um prato equilibrado e apresenta uma sugestão de cardápio semanal para as principais refeições do dia.

Para complementar, tem dicas para levar uma vida mais saudável e tranquila e para a prática de exercícios e os benefícios que os acompanham!

Claro que não substitui a orientação médica, mas na prática pode facilitar bastante!


22 outubro, 2012

Big Blue Test: primeiro balanço.

1 semana de testes desde o lançamento da campanha e a minha primeira parcial:


(sem atividades no dia 21/10/12)

De acordo com o site do Big Blue Test, do início da campanha até hoje foram registrados 2.069 testes (lembro que a meta é chegar em 20.000).

A não ser pelos meus ensaios da batucada, não estou praticando nenhuma outra atividade física atualmente. Parte porque o tempo está curto e parte porque quando pinta um tempinho extra, vem junto uma preguicinha mais a vontade de ir a uma sessão de cinema ou ver alguma coisa da casa nova...

O fato é que me propus a participar e aproveitei que uma parte do meu trajeto de casa até o trabalho dá uns 15 minutos andando para usar isso como exercício e assim poder participar. De certa forma, foi bom para comprovar que mesmo sendo um tempo curto, já faz efeito sob a glicemia.

No primeiro dia achei esquisito, pois além de não ter reduzido, ficou um pouquinho acima da primeira medição (assunto para a próxima consulta com a minha Super Endócrino). 
Nos outros dias, a redução é clara!

O bacana é que pelo que eu tenho acompanhado no blog do Big Blue Test, também tem sido bem positiva a resposta dos demais participantes.

E confesso: os resultados me empolgaram para voltar a praticar alguma outra atividade regularmente.

Mas por hora, viagem de trabalho já no início da semana com previsão de não ter tempo nem para respirar e com 2h de fuso-horário!! 
Cuidado redobrado e vamos nessa!

19 outubro, 2012

"... essa cor que azuleja o dia ..."


Eu sei que já devo estar ficando chata com esse tal 'Dia Mundial do Diabetes'... campanha pra cá, divulgação pra lá... Mas, me desculpem, se é pra levar informação à quem não tem e prevenir que outras pessoas desenvolvam o DM ou então que não o levem a sério, vou ser insistente! 

Nesse caso, como dizem por aí, acho mesmo que "o que abunda não prejudica".

A não ser pela evolução de saúde e pelo meu tratamento, não sou de falar muito de mim... E aí, quem não me conhece bem não sabe o quanto eu curto música (viveria só de música! Adoro!!)

Dito isso... porque não unir o útil ao agradável? 
Aproveitando que hoje é sexta-feira e que agora as minhas sextas são azuis (se quiser deixe as suas assim também!), a dica para começar bem o dia é uma música linda do Djavan que se chama, nada mais nada menos, 'Azul'!




"... Se acaso anoitecer
E o céu perder o azul
Entre o mar e o entardecer

Alga marinha, vá na maresia
Buscar ali um cheiro de azul
Essa cor não sai de mim ..."


Foco no objetivo... Ainda que seja através de uma boa canção!