Crônicas do Isolamento -- A fantasia lá na terra plana...

A manchete mostra fulano famoso com a sua mocinha famosa "em dia de praia no Rio".
O Facebook sugere um evento "para ninguém ficar sem folia" nos próximos dias. E faz a ressalva que o local tem espaço para o distanciamento. 

Alguém me ajuda?
Sério. Alguém me ajuda, porque eu realmente não consigo entender.

O número de novos casos segue aumentando.
O número de óbitos também. 
Não tem vacina para todos. Não tem vacina nem para aqueles que estão entre as prioridades...  

Esse mundo dos eventos é a tal Terra Plana?? Lá já acabou a pandemia? 

- Ah, mas eu estou cansado/a de usar máscara.
- Ah, mas eu não aguento mais ficar em casa.

Aguenta hospital? 
Aguenta ficar sem ar? 

Gente, respira. Pára! Espera. 
Já avançamos tanto... 
Já temos mais de uma vacina aprovada e em uso. 
Nâo fosse a ganância e a estupidez de quem governa esse país, já estaríamos até mais livres, ouso dizer. 
Mas ainda assim, já demos um passo enorme. 

De novo: esse vírus é invisível não atinge só você. Se você se expõe de maneira irresponsável, você expõe 100% das pessoas que estão ao seu redor e dentro da sua casa.
Não adianta fechar a porta e achar que ele ficou lá fora. 

Tenham a decência de entender que a pandemia não acabou. O risco é real e está aí, a todo momento.

A jornada não está fácil, eu sei. 
Meu corpo, minha mente e minha glicemia também sabem... 
Corpo travado, mente cansada, na louca montanha russa entre hipogliemias e rebotes e aqueles intervalos de estabilidade agradecida. 
Ainda assim, escolho seguir pelo caminho da consciência e do bem coletivo. 

Sejam mais humanos. 
Pensem além do próprio umbigo. 

Esse ano não tem carnaval na rua.
Não tem bloco, não tem samba, não tem Avenida.
Esse ano precisa ter responsabilidade.

Escolhe um filme. Coloca uma música para tocar. Veja fotos dos últimos carnavais.
Molhe as plantas. Leia aquele livro que está largado na estante. 
Durma! Descanse. Dance. 

Se proteja.

Vai passar. Mas ainda não passou. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Crônicas do Isolamento -- O Bem do Mar

Crônicas do Isolamento -- Do lado de lá do portão...

Crônicas do Isolamento -- Um tanto de quarentena...