Aqui no IP estão expostos os meus medos, as minhas descobertas, as conquistas, os avanços nas buscas pela cura do diabetes pelo mundo, os passinhos para um melhor controle da glicemia.

O que começou como um espaço de aprendizado e de dividir a minha convivência com o DM1, se transformou em estímulo para um melhor controle da minha doçura e para seguir mostrando que se funciona para mim, pode funcionar também para tantas outras pessoas que tem o diabetes como companheiro.

03 agosto, 2016

Sobre promessas de cura: o posicionamento da SBD.

Há pouco mais de uma ano compartilhei aqui no IP minhas preocupações com as promessas de cura e reversão do diabetes que vinham sendo divulgadas aos quatro ventos por um médico.

De lá para cá, a 'propaganda' segue e na última semana foi inclusive para a TV...

Como já tinha colocado no post anterior, existe um risco enorme em deixar o tratamento de lado para dar lugar à processos que apresentam uma 'solução mágica'!

Hoje a Sociedade Brasileira de Diabetes publicou uma nota se posicionando sobre a questão, destacando a irresponsabilidade deste profissional e a falta de cuidado com os pacientes que convivem com o diabetes.

Reproduzo aqui na íntegra, para esclarecimento:

A Sociedade Brasileira de Diabetes vem sendo insistentemente acionada por um número crescente de questionamentos sobre FALSAS promessas de cura do diabetes, divulgadas por meio de diversas mídias e contrariando determinação expressa do Código de Ética Médica, que proíbe a prática de consultas e prescrições terapêuticas sem a devida avaliação clínica por parte do médico e equipe responsável.
No dia 24 de julho, o programa Domingo Espetacular da TV Record, divulgou uma matéria questionável sobre a suposta cura do diabetes, sendo essa abordada de forma imprudente. A Sociedade Brasileira de Diabetes desaprova tal conteúdo e alerta sobre os perigos das recomendações expostas nessa reportagem.
Esclarecemos que, quando o paciente é bem orientado por profissionais sérios e éticos, o diabetes pode sim ser controlado com medidas eficazes de educação em diabetes, alimentação saudável, prática de exercícios e tratamento farmacológico. Por outro lado, promessas de curas milagrosas e não fundamentadas, através da exploração inescrupulosa de pessoas menos informadas, constituem-se em risco considerável para a saúde pública, principalmente quando o agente infrator chega a recomendar a redução e/ou suspensão do tratamento farmacológico prescrito, sem nem mesmo conhecer as peculiaridades clínicas de cada paciente.
A Sociedade Brasileira de Diabetes já tomou as providências éticas cabíveis junto ao Conselho Regional de Medicina do Ceará, região de inscrição do médico citado na matéria, e está aguardando medidas urgentes para o devido encaminhamento ético e legal deste assunto. 

São Paulo, 02 de agosto de 2016.

DR. LUIZ A. TURATTIPresidente da Sociedade Brasileira de Diabetes 
DRA. MARISTELA STRUFALDI I DRA. DEISE REGINA BAPTISTACoordenadoras do Departamento de Nutrição da Sociedade Brasileira de Diabetes 



Nenhum comentário:

Postar um comentário