Pra ser escudo!






Vacina preventiva contra o diabetes: esta é a nova promessa que vem tomando tempo e dedicação de alguns especialistas mundo afora, inclusive no Brasil!






Recentemente o professor Ezio Bonifácio, que dá aula sobre diabetes no Centro de Terapias Regenerativas em Dresden, na Alemanha, liderou uma pesquisa com crianças de 2 a 7 anos, que tinham predisposição genética de desenvolver DM1. O objetivo dele era fazer com o organismo reconhecesse que as células produtoras de insulina não eram inimigas e, portanto, deixasse de auto-atacar.

As crianças receberam, por períodos que variaram de 3 a 18 meses, doses diferentes de insulina oral.

A insulina oral é em pó e não é comercializada, visto que tomada assim somente 1% alcança a corrente sanguínea. Por que então utilizar esta forma de insulinização no estudo? Porque assim ela estaria diretamente em contato com a mucosa e, portanto, com as células do sistema imune.

Depois de 4 anos de testes, os resultados mostram que de fato organismo passou a reconhecer a insulina e deixar de destruir o hormônio produzido pelo pâncreas.
A meta agora é expandir o grupo de crianças e fazer novas avaliações. Caso positivo, desenvolver então a vacina promissora! A previsão ainda não é tão animadora: mais uns 15 anos pela frente...

Enquanto isso, já há uma vacina em teste, que foi desenvolvida por especialistas da Universidade de Leiden, na Holanda, e Universidade de Stanford, nos Estados Unidos.
Neste estudo, os mecanismos de defesa do sistema imunológico que fazem o ataque ao pâncreas são "desligados".
Os próximos passos são aumentar o número de pacientes em testes e avaliar os efeitos a longo prazo.

Por aqui, a boa notícia vem da Faculdade de Medicina de Jundiaí. O Biomédico Rodrigo Eduardo da Silva vem, há três anos, trabalhando com um projeto de regeneração das células beta, utilizando tecidos fabricados em laboratório.
O estudo vem sendo avaliado e aprimorado por outros especialistas, com uma expectativa de retorno em até 7 anos!

Que os estudos sigam, os especialistas persistam e que tenhamos o melhor resultado!!






Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Febre amarela: a gente - doce - pode se vacinar?

De um dia azul...

Pelos caminhos da vida doce...