Aqui no IP estão expostos os meus medos, as minhas descobertas, as conquistas, os avanços nas buscas pela cura do diabetes pelo mundo, os passinhos para um melhor controle da glicemia.

O que começou como um espaço de aprendizado e de dividir a minha convivência com o DM1, se transformou em estímulo para um melhor controle da minha doçura e para seguir mostrando que se funciona para mim, pode funcionar também para tantas outras pessoas que tem o diabetes como companheiro.

10 maio, 2015

Mãe é mãe!

Cada uma tem seu lugar especial e mais do que merecido no ponto mais alto do pódio, seja qual for a razão.

Fortaleza, base, colo,  sorriso, segurança: mãe e ponto.

No mundo da doçura, elas ainda podem trazer mais uma função além de todas essas aí em cima: pâncreas! Sim, muitas crianças diagnosticadas com diabetes tem as suas mamas queridas transformadas imediatamente em fábricas de insulina, já que são elas que, na maioria das vezes, se tornam responsáveis por monitorar e controlar glicemias, refeições, dosagens de insulina, etc e tal.

Em relação à gravidez, não é um problema para nós, docinhas, mas requer um controle absoluto e ininterrupto das glicemias durante toda a gestação. E, no geral, cesariana é a alternativa mais segura. 

Por isso, há poucos dias uma mãe chamou a atenção: ela teve seu bebê de parto normal, depois de ter passado toda a gravidez com um pâncreas artificial.




Feliz dia para todas elas - aqui destacando uma observação feita pela minha mamy hoje: "mães, avós, bisas, madrinhas, biológicas ou do coração" - que, seja como for, têm em comum a capacidade de superar qualquer desafio pelos seus filhotes.



Nenhum comentário:

Postar um comentário