Quem quer pão?


"Será que a sorte virá num realejo?
Trazendo o pão da manhã, a faca e o queijo..." 

Pois então, o pãozinho do café da manhã, cantado até pelo Teatro Mágico, pode ser consumido sim. 
Só não pode ser em excesso.

Para ajudar, valem as dicas super práticas e que foram apresentadas hoje no Programa Bem Estar:


Além das observações sobre cada tipo de pão e os respectivos benefícios, é importante avaliar os ingredientes de cada um, já que um pão de forma integral, por exemplo, pode até ter mais calorias que um pão branco...

Mas, o que eu gostei mais na matéria foi a indicação sobre o melhor acompanhamento (manteiga, requeijão, maionese, margarina e geleia foram os avaliados), considerando o horário do consumo e o tipo de pão escolhido:

"Boa parte desses acompanhamentos tem gordura, que precisa ser ingerida sempre com moderação - principalmente no caso das saturadas, que aumentam o colesterol. Dentre as opções mostradas no programa, a manteiga com sal é que tem mais gordura saturada e também mais calorias.

O acompanhamento com menos gordura saturada é a maionese, que também é um dos que têm menos calorias, junto com a geleia 100% de fruta.

Já o requeijão tem mais proteína do que os outros alimentos, porém tem mais sódio. Quem ganha nessa categoria, com menos sódio, é a margarina com sal, que também faz bem para o coração."

Assim é possível ter equilíbrio e garantir um 'bom dia' com uma torrada quentinha ou um pãozinho recém saído do forno!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Febre amarela: a gente - doce - pode se vacinar?

De um dia azul...

Uma dose de insulina, outra de confiança...