Aqui no IP estão expostos os meus medos, as minhas descobertas, as conquistas, os avanços nas buscas pela cura do diabetes pelo mundo, os passinhos para um melhor controle da glicemia.

O que começou como um espaço de aprendizado e de dividir a minha convivência com o DM1, se transformou em estímulo para um melhor controle da minha doçura e para seguir mostrando que se funciona para mim, pode funcionar também para tantas outras pessoas que tem o diabetes como companheiro.

28 novembro, 2012

Quem quer pão?


"Será que a sorte virá num realejo?
Trazendo o pão da manhã, a faca e o queijo..." 

Pois então, o pãozinho do café da manhã, cantado até pelo Teatro Mágico, pode ser consumido sim. 
Só não pode ser em excesso.

Para ajudar, valem as dicas super práticas e que foram apresentadas hoje no Programa Bem Estar:


Além das observações sobre cada tipo de pão e os respectivos benefícios, é importante avaliar os ingredientes de cada um, já que um pão de forma integral, por exemplo, pode até ter mais calorias que um pão branco...

Mas, o que eu gostei mais na matéria foi a indicação sobre o melhor acompanhamento (manteiga, requeijão, maionese, margarina e geleia foram os avaliados), considerando o horário do consumo e o tipo de pão escolhido:

"Boa parte desses acompanhamentos tem gordura, que precisa ser ingerida sempre com moderação - principalmente no caso das saturadas, que aumentam o colesterol. Dentre as opções mostradas no programa, a manteiga com sal é que tem mais gordura saturada e também mais calorias.

O acompanhamento com menos gordura saturada é a maionese, que também é um dos que têm menos calorias, junto com a geleia 100% de fruta.

Já o requeijão tem mais proteína do que os outros alimentos, porém tem mais sódio. Quem ganha nessa categoria, com menos sódio, é a margarina com sal, que também faz bem para o coração."

Assim é possível ter equilíbrio e garantir um 'bom dia' com uma torrada quentinha ou um pãozinho recém saído do forno!

Nenhum comentário:

Postar um comentário