Postagens

Mostrando postagens de Março, 2017

Combo da Doçura - o resultado!!

Imagem
Quando tive a ideia de lançar o sorteio desse combo que tem pulseira que faz lembrar o quanto somos fortes, livro que traz informações de montão para ajudar a ter uma vida doce sem sustos e bottons do meu IP para indicar que tem muita informação bacana dessa vivência com a doçura, não imaginei que o retorno seria tão grande.

Foram 164 pessoas inscritas.
No formulário eu pedia, para aqueles que quisessem, que contassem um pouquinho da sua história. 99% das pessoas deixaram depoimentos... Alguns dividindo as ansiedades, outros contando o que aprenderam desde o diagnóstico e todos, sem exceção, mostrando superação e trazendo inspiração.
Quanta alegria poder ver que, mesmo aqueles que ainda tem muitos medos, estão dispostos a viver bem e se cuidar.

Hoje foi o grande dia: o sorteio!!
Eu confesso que estava super ansiosa...

Para definir quem seria o dono do Combo da Doçura, usei a ferramenta da página Random.org:

E, finalmente, o resultado:

Quem ganhou foi o Gabriel Alves dos Santos, que é …

Para (se) cuidar bem...

Imagem
Muito se fala sobre o paciente assumir e se colocar numa posição de 'dono' da sua condição. Em termos mais claros, isso se chama autocuidado.
Eu concordo totalmente e essa é uma das razões que me levam sempre a buscar entender cada parte do meu tratamento e novas informações sobre o diabetes. O que significa um novo exame pedido, porque mudar de insulina...

Mas o que tenho percebido, na prática, é que muitas vezes não é dada ao paciente a base para ele se cuidar adequadamente.



Seja porque as consultas são rápidas, seja por falta de equipe multidisciplinar acompanhando os atendimentos, tenho visto - e escutado - cada vez mais docinhos com dúvidas primárias. Destes, os recém-diagnosticados são os que mais se perdem e parecem não ter recebido a correta orientação.

Acompanho alguns grupos de diabetes nas redes sociais e a cada dia estas situações são mais frequentes. Pessoas recorrem aos grupos para tirar dúvidas corriqueiras que deveriam ter sido esclarecidas no momento da consul…

Tratamento injetável: um posicionamento oficial da SBD.

Imagem
"Médicos especialistas e clínicos não especialistas têm urgente necessidade de atualizar seus conhecimentos e suas condutas clínicas".

Por isso, além de cursos e atividades de atualização, a Sociedade Brasileira de Diabetes - SBD tem publicado Posicionamentos Oficiais "sobre os aspectos mais importantes relacionados à boa prática clínica na assistência ao portador de diabetes".

Em janeiro de 2017 foi lançado um novo Posicionamento, dessa vez dando destaque às insulinas:
Este posicionamento é resultado de um trabalho realizado por 183 especialistas em diabetes, de 54 países, no 'Fórum sobre Terapia e Técnica de Injeção: Recomendações dos Especialistas', realizado em 2015, que por sua vez foram baseadas em um estudo feito com 13.289 pacientes, de 42 países (255 brasileiros - São Paulo, Curitiba, Uberaba, Porto Alegre e Brasília - participaram).
Diferente do que parece à primeira vista, este documento é direcionado tanto para os profissionais de saúde como par…

Genteel-eza na doçura dos dias...

Imagem
Em 2015 comentei aqui no IP sobre um lancetador que prometia o 'luxo' de não causar dor com os muitos furinhos que precisamos fazer nos dedos diariamente.

Era o Genteel, novidade gringa que estava chegando para deixar mais tranquila essa tarefa que a gente repete tantas vezes. Por mais que eu, particularmente, não me incomode e nem sinta desconforto com essa picadinha, é fato que para crianças ou pessoas com uma maior sensibilidade isso não é tão simples como parece.

A boa nova é que no final do ano passado eu ganhei um! Como estava em época de ensaios e já num movimento de quase carnaval, deixei guardado para testar com calma e então começar a usar.

Hoje foi o grande dia!
Ah, mas faz tanta diferença assim?

Faz! É impressionante!!

As razões para que ele seja indolor: funciona à vácuo, não alcança nenhum nervo quando a lanceta é acionada e, de acordo com o que eles próprios explicam, "no instante da ativação o lancetador faz uma vibração no local do furo que, junto com o r…

Vivendo e (re)aprendendo!

Imagem
"Vou tomar um sorvete normal, nada de diet! Depois eu meço a glicemia e, se precisar, tomo insulina."

Tomei, medi e não precisou.
- Uau! O açúcar não alterou em nada.

Mágica?
Não. Uma conjunção de fatores e a máxima de que não é o açúcar o grande bandido no controle do diabetes.

Entre alguns outros fatores (dosagem errada de insulina, falta de exercícios, um estresse no meio do dia...), são os carboidratos de modo geral que interferem na glicemia, sejam eles doces ou salgados, no prato principal ou na sobremesa.

Mas lá no começo, apesar de entender o que são os tais carboidratos, eu ainda tinha em mente que o açúcar era sim o vilão. Que só servia mesmo para ajudar a compensar uma hipoglicemia e que deveria ser evitado de qualquer maneira.

Ok, isso em parte é fato. Mas nos meus oito anos de vida doce, aprendi muita coisa. E uma das mais importantes foi que posso comer o que quiser. Para isso, preciso apenas de quatro coisas: responsabilidade, moderação, uma aliada chamada con…

Combo da Doçura!

Imagem
Tem novidade no ar!

Eu acredito que viver bem com diabetes é absolutamente possível.
Pode não ser sempre fácil, mas é possível.
E acredito também que é com educação em diabetes e conhecendo mais e mais sobre essa doçura que a gente consegue conquistar dias tranquilos e qualidade de vida. Nada de guerra, em vez disso uma parceria com o diabetes.

Cada um encara o diagnóstico de uma maneira, mas entender a condição faz a gente descobrir que não precisa parar de viver, de fazer o que gosta.

Então, hoje faço dois convites:
O primeiro é para que você olhe para dentro, olhe em volta e preste atenção em tudo que te faz bem. Pontue cada coisa que te deixa mais alegre, que te garante um sorriso no rosto, que te move e te faz ir em frente. Agora pense se não vale muito mais a pena continuar se cuidando para viver bem com tudo isso aí que te faz feliz...

O segundo convite é para um sorteio!!
Nesse mês que completo oito aninhos de uma vida bem doce, que eu aprendi a levar com leveza, quero reforça…

Altos (bem altos!) e baixos da doçura...

Imagem
Depois de uma semana entre remédios e repousos e glicemias completamente descontroladas, o controle está voltando por aqui.
Não sei o que eu tive exatamente - uma gripe forte, sem febre, mas com uma falta de ar que me deu bastante trabalho - estou aliviada por estar me sentindo melhor! Além da tosse, que já incomodava bastante, e da dificuldade para respirar (que me deu um certo pânico), a impossibilidade de controlar as glicemias me derrubou.

Eu sei que o corticóide descompensa a glicemia e ainda tinha o anti-histamínico e o xarope. Mas eu realmente não consigo ficar tranquila sabendo que a glicemia chega perto de 300mg/dL, mesmo depois de ajustar as doses de insulina basal e mesmo usando mais unidades de insulina para corrigir as refeições.

Em uma semana, a montanha-russa por aqui foi com bastante emoção:
E aí meu racional não funciona nessas horas, simples assim.
Fico com raiva, por mais que saiba que isso não ajuda em nada para manter a doçura em ordem! Mas não consigo segurar... D…

Força, raça e gana sempre...

Imagem
Há 8 anos eu venho aprendendo diariamente a ser doce.
Há 8 anos eu resolvi que faria de um susto, um recomeço.
Há 8 anos eu decidi que a doçura não seria um obstáculo para nada.

Há 8 anos o diagnóstico que chegou de supetão me fez parar e, depois de muito choro, respirar fundo e levantar a cabeça para me jogar com tudo naquela nova realidade.

2 consultas com a Endocrinologista e mais uma com a Nutri, algumas lancetas jogadas fora enquanto eu descobria como funcionava o mecanismo do glicosímetro e dez dias depois, um atestado em inglês e outro em francês seriam, junto com as minhas insulinas, os companheiros de uma viagem de trabalho fora do país. Em nenhum momento pensei em não ir... Não se tratava de um desafio, mas da vontade de mostrar - já naquele momento - que não seria o diabetes que ia impor qualquer limitação aos meus dias.

Até hoje tem sido assim!
Nem todo dia é bom, nem todo dia é calmo... O receio de uma hipoglicemia ainda paira no ar algumas vezes; a tensão na espera pelo …

Pra ajudar a ficar de bem com o diagnóstico...

Imagem
4 anos atrás fiz um post aqui falando sobre o Programa de Bem com a Vida, da Accu-Chek.
Na época, eu fazia uma crítica, na realidade, ao programa que funciona com um acúmulo de pontos a cada compra efetuada e que gerarão descontos posteriores. Por que a crítica?
Porque as farmácias cadastradas naquele momento praticavam preços bem mais altos que os encontrados em outros locais!

Nunca cheguei a me cadastrar e não soube depois se tinham novos estabelecimentos participando ou se os preços estavam mais adequados.
Mas a questão agora é que o Programa vai ser descontinuado a partir de dezembro de 2017. Desde janeiro não estão mais pontuando e o resgate de pontos em prêmios só será permitido até o final deste ano.

A notícia boa é que o portal segue no ar e vale a pena dar uma olhadinha.
O Portal De Bem com a Vida tem muitas dicas, orientações sobre os produtos da Accu-Chek, receitas, depoimentos, informações sobre exercícios físicos e nutrição e um guia simples e bacana para que foi recém di…

Back in business!

Imagem
Carnaval passou, Março chegou e eu dei uma sumida de leve! Mas aqui estou, para contar o que aconteceu nesse tempinho e reorganizar tudo que tem pra ser dito e mostrado aqui no IP.




Os dias de folia pelas ruas e blocos do meu Rio foram, mais uma vez, uma grande diversão!
Entre as ladeiras do Pasmado e até a Sapucaí, teve brilho, teve fantasia e teve alegria. Teve Banga!!

Meu docinho ficou muito comportado e só agora, 10 dias depois, é que voltei à dosagem normal da insulina, sem as reduções.

Ah, e no domingo de Momo, saiu uma matéria bem bacana no Jornal O Dia, contando um pouco da minha história doce e os cuidados que eu tenho com a saúde durante o carnaval. Para quem não viu, o link é esse --> DOÇURA N'O DIA.





Viajei logo depois da quarta-feira de cinzas. Sossego na Serra com os amigos: o destino era Lumiar.

Alugamos uma casa no topo do vale.
Fresquinho, visual incrível (vê só aí embaixo), varanda com rede, joguinhos, vinho, riso, muito papo...
... e no meio da temporada, uma c…