Aqui no IP estão expostos os meus medos, as minhas descobertas, as conquistas, os avanços nas buscas pela cura do diabetes pelo mundo, os passinhos para um melhor controle da glicemia.

O que começou como um espaço de aprendizado e de dividir a minha convivência com o DM1, se transformou em estímulo para um melhor controle da minha doçura e para seguir mostrando que se funciona para mim, pode funcionar também para tantas outras pessoas que tem o diabetes como companheiro.

30 setembro, 2013

Ajuda em 1 clique!


Uma das grandes instituições responsáveis pela análise e aprovação de novos medicamentos e alimentos atualmente é a FDA - Food and Drug Administration, nos E.U.A. 

E eles estão com uma proposta excelente: vem realizando reuniões com pacientes de algumas doenças crônicas, com o objetivo de entender mais sobre cada delas.

E infelizmente o diabetes não está entre os assuntos listados...

Mas ainda há tempo: assinado a petição (online) talvez isso se reverta!
É só clicar aqui e colocar seu nome, sobrenome, e-mail e local de origem. 

Se quiser, pode também indicar o motivo pelo qual está participando.

Já assinei!! 
(dou notícias aqui sobre o resultado...)

Dedinhos cruzados!

26 setembro, 2013

Pra não errar na mão!

Já tive meu momento de "achismo" depois que recebi o diagnóstico do DM... No meu caso, foi com água de coco: não bebia mais, porque pensava que alteraria demais a glicemia.

Um dia, conversando com a minha Super, ela me perguntou por que eu não bebia se gostava. E a resposta - óbvia até então, na minha cabeça - foi por água abaixo.

O que ela me explicou é que realmente não era recomendado beber a água de um coco inteiro, ainda mais se comer o coco depois (a melhor parte!)... mas 1 copinho não faria mal nenhum!

Pois então, para evitar o pré-julgamento, hoje vou desfazer aqui a fama de mau do abacate. Por incrível que pareça ele é altamente recomendado!

Não tem açúcar e a gordura desta fruta é super benéfica:
Além disso, tem vitamina e mais potássio que a banana!

Uma dica: bater com leite desnatado e aveia.
Aproveite!!


25 setembro, 2013

Pra ser de guarda...

Já falei por aqui sobre a hipoglicemia... sobre os perigos que vem com ela, os riscos à saúde.

Além disso, um complicador é que algumas pessoas não sentem os sintomas. 

Aí entra o 'melhor amigo do homem'. 
Ele, que já funciona como os olhos de deficientes visuais, agora fica ligado para indicar os sintomas de uma alteração glicêmica.

O Diabetic Alert Dog foi treinado para alertar quando ocorre uma variação muito bruta no nível de glicose, para mais ou para menos.

O que acontece é quado estas alterações ocorrem, o cão sente uma mudança de odor no corpo das pessoas, imperceptível para nós.

diversas instituições que trabalham com estes cães amigos, inclusive treinando os que já são de estimação, para que eles passem a ser especialistas em gente docinha - principalmente para crianças.


(Vale assistir o vídeo desses cuidadores companheiros com seus pacientes!)

Pelo que pude ver (uma rápida busca no google), por enquanto só estão disponíveis fora do Brasil e ainda com um custo alto...

Eu sei que a gente precisa de muita coisa antes disso no país em termos de tratamento para o diabetes, mas honestamente, que logo logo esta 'tecnologia' se torne mais acessível e chegue por aqui!



23 setembro, 2013

"Quem conhece, cuida!"

E para conhecer, tem que divulgar...

Hoje a Sociedade Brasileira de Diabetes divulgou e disponibilizou para download o material da campanha 2013 do Dia Mundial do Diabetes. 

E como todo ano, o material "pode ser usado sem custo por qualquer pessoa".

Espalhe por aí!
Coloque na portaria do seu prédio, no elevador, no mural de avisos do trabalho, mande para os amigos, para a família, peça para o jornaleiro do bairro colocar na banca...

Faltam pouco menos de 2 meses e já está em tempo de começar a dar mais destaque ao assunto!!

All together now!



17 setembro, 2013

"Não adianta vir com guaraná pra mim!"

Já sabia que a Linea tinha lançado uma linha de chocolates, mas até então não tinha provado.

Erro devidamente corrigido! 


Comi o meio amargo (Chocolate Dark, com 50% de cacau) e adorei.

Nem uma pontinha que lembre o gosto amargo de adoçante.

E tem o branco e ao leite também.

Além disso, no site descobri que tem vários outros produtos sem açúcar com o maior jeito de serem bons... Cookies, capuccino, creme de avelã com chocolate.
(vale dizer que para cada um, tem a tabela nutricional completa!)

Lista atualizada... Agora é procurar - o meu chocolate comprei numa farmácia - para fazer os testes de controle de qualidade!



13 setembro, 2013

"...o meu cartão de crédito é uma navalha..."


Sabe aquele monte de acessórios que jogam em cima da gente naqueles canais de compra na TV? Aqueles que não são necessários na vida, mas que a partir do momento que são apresentados se tornam 'imprescindíveis'??

Pois então, "seus problemas acabaram!!" 

Quem disse que não existem essas maravilhas com foco em quem é docinho?

Pra começar: está difícil fazer as refeições sem exagerar em uma ou outra coisa? 
Eis a solução: 
Prato para controle de porções!
A compra pode ser feita online pela bagatela de US$ 18,49.

Para você que é controlado até demais e gosta de levar o glicosímetro, insulina e afins bem organizadinho quando sai, uma bolsa no esquema, que deixaria o Gato Félix com inveja:

 

(Essa eu adorei! Tentação de comprar está me rondando... US$ 29,95, online também, nas cores caramelo, azul claro, azul escuro e rosa.)

Tem a cabecinha fora do lugar? Esquece até de tomar café da manhã?
Pronto: um alarme que não vai deixar você esquecer se tomou ou não a dose da insulina que deveria.
Ele fica conectado à caneta e registra todas as vezes que ela foi de fato utilizada. 
Dedo-duro de última geração!

Outra coisa chatinha é em relação às agulhas... sempre fico pensando em um jeito prático para não deixar as agulhas usadas junto com as novas.
Agora sim, resolvido:
(e a minha lista de tentações só cresce...)
US$ 14,99, em várias opções de cores!

E a grande estrela... uma balança que além de mostrar o peso corporal, aciona um espelho com luzes que facilita bastante a avaliação do seu pezinho.
Por enquanto é só um projeto, mas está disponível para quem tiver interesse em investir e colocar em prática.

Da necessidade sempre surgem boas e novas ideias. 
Escolha a sua!


12 setembro, 2013

"Pediu pra parar..."


Desse jeito, direto ao ponto!

Esse é o mote da campanha Stop Diabetes, da Associação Americana de Diabetes.

O objetivo do movimento é só este: acabar com o diabetes - e as consequências que ele gera - no mundo.

Como?
Basta se juntar ao "Millions in the Movement", que nada mais é do que o grupo de pessoas dispostas a ajudar, em qualquer lugar do planeta. 



Na prática, eles dividem as ações em 5 quesitos:
1: Advocate (advogue pela causa)
2: Get walking (caminhe)
3: Get riding (pedale)
4: Volunteer (seja voluntário)
5: Donate (doe)





Apesar de não ter a intenção de ser um movimento somente americano, a verdade é que por enquanto quase nada foi feito abaixo da linha do Equador...

No fundo, ninguém depende de um movimento específico para agir da maneira que considerar melhor.
Mas com a força de uma instituição dando suporte, certamente seria mais fácil.

Adaptando as ações para nossa terrinha, minhas sugestões são bem simples:

1: começar informando à Sociedade Brasileira de Diabetes sobre o movimento. 
E aí SBD, que tal se integrar?
(ninguém duvida que eu já mandei um e-mail para eles sobre o assunto, certo?!)

2 e 3: Vai caminhar ou pedalar? Aproveite e use uma camiseta que chame a atenção para o DM... Encontrou um amigo no caminho? Diga porque você está lá na atividade. Quem sabe não ajuda alguém a espantar a preguiça também!

4: Uma das opções para esta ação é procurar instituições ou associações ligadas ao Diabetes (aqui no Rio eu já até identifiquei, mas o fato é que não fui em nenhuma delas ainda...). Outra opção é ser voluntário de maneira mais informal. Conhece alguém que também convive com o diabetes mas não consegue se entender muito bem com o tratamento? Ou que não sabe como medir a alimentação para garantir uma refeição balanceada? Explique. Se disponha a esclarecer as dúvidas. 
Alguém que não consiga manejar seringas, canetas, agulhas... mostre como fazer.

5: Doe seu tempo.
Doe insulina, doe tirinhas, doe glicosímetro.
Uma consulta médica a quem precisa, um remédio.
Doe!

O grande lance é fazer acontecer, não importa como!


11 setembro, 2013

Pra dar 'reset'...

Não sei se está certo ou se está errado, mas na Inglaterra foi relatado há um mês mais ou menos um caso de reversão de DM 2 em 11 dias. E apenas com dieta...

O 'tratamento' feito pelo jornalista Robert Doughty, de 59 anos consistiu numa dieta restritiva de somente 800 calorias por dia durante este período.

Segundo ele, não foi fácil: "Frequentemente me sentia muito cansado... Uma noite, depois de ir ao teatro, quase não consegui subir as escadas da minha estação local de trem, e caminhar para casa parecia praticamente impossível. Também sentia muito frio, chegando a colocar quatro camadas de roupa no meio do verão, quando sentia meus dedos ficarem dormentes".

Pudera... no cardápio diário, 3 doses de shakes de reposição alimentícia e uma porção de legumes e verduras, complementados por 3 litros de água. Só!

A decisão foi tomada depois de buscas na internet sobre estudos relacionados ao diabetes tipo 2 e de procurar o pesquisador Roy Taylor, autor da 'teoria da dieta de 800 calorias' e professor da Universidade de Newcastle, no norte da Inglaterra. 

A base do estudo veio ao observar que pacientes submetidos à cirurgia de redução de estômago e que consequentemente passavam por uma grande restrição calórica e de gorduras, perdiam muito peso e acabavam revertendo também o diabetes.
Daí direto para a conclusão final: "Descobrimos que a gordura na região abdominal provoca uma reação metabólica que dificulta a digestão da glicose pelo pâncreas. A simples presença da gordura nessa região causa uma mudança no metabolismo, que dificulta a produção de insulina".  

Um detalhe bem importante é que o paciente fez a dieta com o aval e, principalmente, o acompanhamento do seu médico.

No resultado geral, a pesquisa mostrou que o tratamento pode ser mais eficaz para quem tem a condição por menos de 4 anos.

Não sou especialista, mas no caso de DM tipo 1, seria mais complicada uma reversível desta maneira, já que o pâncreas não produz mais insulina... mas que sigam os estudos.

Por enquanto, sigo a minha própria teoria de 'nem tanto e nem tão pouco'.
Um dia de cada vez!


10 setembro, 2013

Refresco de inverno!

Sabe aquela hora em que você já está na fila do mercado para pagar e dá de cara com um freezer recheado de tentações?

Pois bem: agora tem mais uma opção de tentação light e sem açúcar 
(e com baixa quantidade de carboidratos também)!
Sorvete de Baunilha com Chocolate da Kibon... Comprado e já aprovado! 
Tem de Baunilha com Morango também.

Escolha o seu... nem precisa esperar o verão chegar!

06 setembro, 2013

Pra matar a fome!

Uma super dica que vem de uma amigona, para comer bem sem colocar a mão na massa: Viva Light.

É uma linha de congelados com refeições balanceadas e opções para todos os gostos. Tem carne, frango, peixe, sopas e ainda pratos sem glúten e uma linha de baixo carboidrato. 
Para cada prato é possível verificar as informações nutricionais e os ingredientes utilizados (incluindo os temperos).

Podem ser feitos pacotes de 35, 23 ou 20 pratos, por calorias, ou pedidos mesmo pedidos com seus pratos escolhidos.

No site ainda tem dicas de nutricionistas e receitas diversas, que vão de sucos e iogurtes a sobremesas!

O frete para o Rio custa R$ 6,00 e os pratos tem preços bem razoáveis.
Houve um pequeno imprevisto com a entrega, que não foi feita no dia inicialmente agendado, mas foram super atenciosos e resolveram sem maiores problemas. 

O cadastro na página do Viva Light é super simples e bem rapidinho (fiz somente na hora de confirmar o pedido).

Para quando o cansaço impera, ajuda bastante!!
E não tem aquela cara de comida aguada quando descongela e que acaba tirando a vontade de comer...

Valeu a pena e repasso a dica com gosto!
Bon appetit.


05 setembro, 2013

Saúde em garrafa!

Para manter a glicemia em níveis bons e aceitáveis?
Vinho!

E é sério.

Uma tacinha por dia equivale a 30 minutos de exercício!! É o que diz uma pesquisa feita pela Universidade de Alberta, no Canadá.
Isto se dá graças ao 'resveratrol', que é uma substância presente na casca do vinho e que é liberada quando da fermentação da uva, no processo de produção.

Com uma tacinha por dia, são minimizados os efeitos de sedentarismo, o que contribui para evitar que os músculos envelheçam.
Conforme a aulinha que eu coloquei aqui no blog estes dias, daqui pode-se concluir, portanto, que ajuda na absorção de insulina pelo organismo, fazendo com que as glicemias tenham um melhor controle.

Antes de continuar, pausa para uma observação - quase um alerta: não vale abandonar a bike, a academia, o futebol, a caminhada e 'praticar' somente o vinho!

E mais: a União Brasileira de Vitivinicultura aponta, entre outros, os requisitos para quem (con)vive com o diabetes e quer incorporar este hábito na dieta:

1. Só beba se estiver com o DM sob controle
2. Beba junto ou logo após uma refeição
3. Fique atento para evitar hiper ou hipoglicemia
4. Contabilize as calorias da bebida
5. Se beber à noite,faça um lanche antes de dormir
6. Dê preferência ao vinho tinto seco, que é menos calórico.

Quem me acompanha?
Tim-tim!!


04 setembro, 2013

Vale o quanto pesa?

E agora a tentativa é de mudar o hábito pelo bolso: "Estudo sugere sobretaxar alimentos em 1% a cada 1g de gordura saturada".

Segundo o trabalho realizado pela Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da USP de Ribeirão Preto, a proposta é aumentar os impostos dos alimentos na mesma proporção do teor de gordura saturada que contém.

O dinheiro arrecadado seria empregado na produção de frutas, verduras, legumes, tubérculos e cereais.

A filosofia por trás disso é que com as 'gordices' custando mais caro, as pessoas passariam a substituir por outros produtos mais baratos e consequentemente com menos gordura...

Extremismo ou um empurrãozinho a quem não consegue se livrar dos doces e dos pacotinhos de biscoito que tem mais cheiro do que sabor?
Proposta indecente, mas já que algumas coisas só se resolvem quando o impacto é financeiro, de repente funciona!