Aqui no IP estão expostos os meus medos, as minhas descobertas, as conquistas, os avanços nas buscas pela cura do diabetes pelo mundo, os passinhos para um melhor controle da glicemia.

O que começou como um espaço de aprendizado e de dividir a minha convivência com o DM1, se transformou em estímulo para um melhor controle da minha doçura e para seguir mostrando que se funciona para mim, pode funcionar também para tantas outras pessoas que tem o diabetes como companheiro.

14 janeiro, 2013

A arte do encontro!


Ano novo e boas novas na área!

Uma pesquisa desenvolvida em conjunto por americanos, ingleses e tchecos avaliou o mecanismo de fixação da insulina no receptor celular, visando entender melhor o funcionamento deste hormônio tão necessário: "um fragmento de insulina se desloca e as partes fundamentais do receptor vão ao encontro do hormônio da insulina".

Eles classificam esse movimento como um "aperto de mãos molecular".

De acordo com a matéria publicada na revista Nature (aqui divulgada pela Isto É), na prática esse conhecimento significa a possibilidade de desenvolvimento de tratamentos mais eficazes. 

Outro foco é na conservação da insulina.
Com este novo fato, se abre o caminho para a produção de uma insulina mais resistente à altas temperaturas, o que ajudaria principalmente em locais carentes e até sem acesso à energia...

Pois que os 'encontros' sejam frequentes e os 'apertos de mãos' se multipliquem!




Nenhum comentário:

Postar um comentário