Aqui no IP estão expostos os meus medos, as minhas descobertas, as conquistas, os avanços nas buscas pela cura do diabetes pelo mundo, os passinhos para um melhor controle da glicemia.

O que começou como um espaço de aprendizado e de dividir a minha convivência com o DM1, se transformou em estímulo para um melhor controle da minha doçura e para seguir mostrando que se funciona para mim, pode funcionar também para tantas outras pessoas que tem o diabetes como companheiro.

14 dezembro, 2012

Para se comportar e garantir os presentes de Noel!



Final do ano, Natal, Reveillon, festas de confraternização, amigo-oculto... e milhares de tentações! 

Fica bem mais difícil controlar a alimentação e a 'gulodice'... Tantos quitutes gostosos e elaborados chamando a atenção que complica manter a disciplina.

Então, para ajudar, tem umas dicas simples e legais da Nutricionista Paula Cristina Augusto da Costa, da Universidade Federal de São Paulo:

Pra começar, o mais importante: "O que não pode, mesmo, faltar no Natal é bom senso". Essa é a regra número 1! E vamos ser bem honestos, isso não pode faltar nunca.




Agora o foco nas guloseimas...

Uma coisa que deve ser lembrada: "Se juntar arroz e farofa, por exemplo, reduza a quantidade de arroz e equilibre com uma porção de verduras e legumes".

"Na hora de preparar os quitutes, é possível substituir o óleo ou azeite por vinho. Algumas receitas ganham em sabor, como carnes, frango, legumes e, como passam pelo processo de cozimento, eliminam o efeito do álcool". 

Se a receita levar creme de leite, a dica é substituir por iogurte desnatado. E se ficar um sabor um pouco azedo, dá para quebrar com um pouquinho de adoçante.

Essa eu não sabia: "... a fruta seca concentra maior quantidade de açúcar ...". Neste caso a recomendação é optar pelas frutas frescas mesmo.

Isso tudo funciona muito bem para festas em casa (ainda que não seja na sua), mas para eventos fora, em restaurantes, barzinho e festas de empresa pode ser um pouco mais complicado.

Mas dá para segurar a onda sim... e é aqui que sai a Nutricionista e entra a especialista em (con)viver com o DM: escolha o que você mais gosta e se permita comer um pouco (olha a minha 'licença poética' aí!).

Rabanada, Panetone, uma torta tradicional das festas de família.

Delicie-se!

É perfeitamente possível. Basta ter moderação. 
Sem excessos. Sem exagero.

Em tempo: se comportou bem durante o ano?
Então corre lá e manda a carta para o Papai Noel!

Nenhum comentário:

Postar um comentário