Gente com diabetes inspira...

Para você, o que significa ter diabetes?

Foi respondendo a essa pergunta que eu encerrei a minha participação no 2º Workshop para Influenciadores em Diabetes. Divididos em três grupos, participamos de uma atividade dinâmica para colocar em prática a aula sobre brincadeiras terapêuticas... 

Cada vez que tenho a oportunidade de estar com pessoas que convivem com o diabetes, sejam diabéticos como eu ou profissionais de saúde que trabalham na área e pela causa, me pego pensando em tudo que aconteceu desde aquele março de 2009 do meu diagnóstico

Jamais imaginei que por conta de uma 'doença' eu pudesse descobrir uma nova profissão, de que isso me levaria para viajar pelo mundo e - quiçá! - que eu fosse escrever um livro infantil.


Ter transformado aquele choque de me ver na estatística dos que tem uma condição de saúde sem cura - até aqui, pelo menos - em possibilidades tão grandes de crescimento e sobrevivência  foi mesmo uma salvação, sem dúvida. 

Descobri que ter diabetes é saber que a máxima de que o tratamento é individualizado deve ser respeitada sempre, mesmo quando a insulina, o glicosímetro e a agulha são iguais. 
É sobre entender que a dosagem de insulina que cada um usa é só sua. E que o efeito da insulina em cada organismo se dá de uma maneira.
É sobre brigar com o pão de queijo que esculhamba a minha glicemia - são 10 anos sem conseguir corrigir com esse tal! - e aceitar que esse mesmo pão de queijo pode nem fazer cosquinha na glicemia do amigo...
Descobri que ter diabetes é sobre ser super confiante em um momento e logo depois ter um medo sem tamanho.  

Porque gente com diabetes é assim: bem igual, mas bem diferente!
Gente com diabetes é gente que faz conta, que se cuida, que tem preguiça. 
Que come, se lambuza e se aplica.
Que aprende e que também ensina. 

Nesse tempo todo, indo e vindo ao encontro de pessoas que, assim como eu, andam cheios de 'equipamentos', que apitam de vez em quando anunciando que algo precisa ser feito para domar a doçura mas que, principalmente, andam armados com empatia e cumplicidade, entendi que não estou sozinha. E que estar tão bem acompanhada nesse mundo incerto e inexato, inspira, motiva e faz um bem enorme. 

Por tudo isso, para mim ter diabetes significa entender que eu não tenho limitação. Significa saber que em um momento de vulnerabilidade, seja física ou emocional, eu posso pedir ajuda e isso não me faz menos forte ou incapaz. Para mim, ter diabetes significa, acima de tudo, saber que eu posso ir em frente e fazer tudo que eu quiser fazer, conquistar tudo que eu quiser buscar.

Volto desse evento com o coração (mais) cheio de amor, a cabeça (mais) cheia de ideias e o caderninho (mais) cheio de novas informações.
Porque diabetes, para mim, também significa um aprendizado sem fim!




Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

"Menos Preocupação = Mais Alívio"

Uma 'fábrica de vida' na Dinamarca...

Sombra e água fresca!