Aqui no IP estão expostos os meus medos, as minhas descobertas, as conquistas, os avanços nas buscas pela cura do diabetes pelo mundo, os passinhos para um melhor controle da glicemia.

O que começou como um espaço de aprendizado e de dividir a minha convivência com o DM1, se transformou em estímulo para um melhor controle da minha doçura e para seguir mostrando que se funciona para mim, pode funcionar também para tantas outras pessoas que tem o diabetes como companheiro.

12 março, 2018

Consulta Pública: Bombas de Insulina

No último ano conseguimos - isso mesmo, plural de quem luta junto pela melhoria nos tratamentos e na qualidade de vida de tantas pessoas com diabetes - a aprovação dos análogos de insulina de ação rápida dentro dos tratamentos oferecidos pelo SUS.

Agora, a CONITEC traz uma nova consulta pública, que requer a participação de todos.

Desta vez, o alvo são as bombas de insulina:
"O produto é um aparelho pequeno e portátil, de uso externo, que possibilita a liberação de insulina ao longo do dia. Associado a um sistema inteligente de comunicação, que permite medir a glicemia, gerenciar dados glicêmicos e obter cálculo de bôlus. A proposta de incorporação desta tecnologia, na consulta pública vigente, tem como objetivo a participação social na discussão da linha de tratamento do diabetes, disponível no SUS".

A consulta pública é uma grande ferramenta para registro da opinião de pacientes, familiares, cuidadores médicos e demais profissionais de saúde, no que se refere ao medicamento e/ou tecnologia que está sendo avaliada.

Em novembro de 2017 a Roche enviou um parecer para a CONITEC, de modo a apresentar os resultados sobre a eficácia, segurança, custo-efetividade e impacto orçamentário do tratamento com a bomba de infusão contínua de insulina, relativo ao Sistema Combo Accu-Chek. Os estudos foram feitos em comparação aos tratamentos com múltiplas doses de insulina.
Porém, a CONITE considera que foram insuficientes e, por isso, recomenda a "não-incorporação" deste tipo de terapia pela SUS.

O diabetes é uma doença séria e de tratamento individualizado. Generalizar que tipo de insulina deve ser usado é uma ação ineficaz e que pode acabar atingindo de forma negativa as pessoas que convivem com o DM1. A bomba é um tratamento inovador, que pode trazer mais segurança aos usuários...

Por isso, é importante conhecer e participar da consulta pública que está em andamento até o dia 19/03/2018.
Para acessar, basta clicar na página da CONITEC e procurar pela consulta número 8.

O Parecer Técnico que embasa esta consulta está disponível, assim como um Relatório Técnico para o público em geral. Tanto a sociedade médica quanto pacientes e demais envolvidos podem preencher. É gratuito, leva menos do que cinco minutos e o que se pede são alguns dados pessoais e a sua opinião sobre este tipo de tratamento.

Para acessar os Relatórios:
--> Relatório Informativo para o Público
--> Parecer Técnico

Para participar:
--> Formulário para o Público em Geral
--> Formulário para Profissionais de Saúde

Para lembrar:

  • A CONITEC é a Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS, cujo objetivo é assessorar o Ministério da Saúde nas atribuições relativas à incorporação, exclusão ou alteração de tecnologias em saúde pelo SUS, bem como na constituição ou alteração de Protocolos Clínicos e Diretrizes Terapêuticas.
  • Os Protocolos Clínicos e Diretrizes Terapêuticos (PCDT) têm o objetivo de estabelecer claramente os critérios de diagnóstico de cada doença, o algoritmo de tratamento das doenças com as respectivas doses adequadas e os mecanismos para o monitoramento clínico em relação à efetividade do tratamento e a supervisão de possíveis efeitos adversos. Em linhas gerais, os PCDT estabelecem os tipos de tratamento e medicamentos que devem ser oferecidos aos pacientes pelas unidades de saúde pública.

Um pedido: participem, comentem, divulguem, expliquem.
Na dúvida, perguntem.

Vamos juntos mais uma vez pelo diabetes e pela saúde!

Nenhum comentário:

Postar um comentário