O diabetes e a maternidade: é possível!

Houve um tempo em que mulheres com diabetes que engravidassem não podiam nem pensar em ter seus filhos através de um parto normal.

Uma gravidez em uma mulher diabética requer muito mais atenção. No diabetes gestacional, que é aquele que se desenvolve já durante a gestação, a rotina de monitorização de glicemia e injeções de insulina acaba se fazendo necessária também.

As histórias de gestação nem sempre foram de sucesso em mulheres com diabetes ou que desenvolveram o diabetes gestacional. Mas algumas pessoas partiram da sua experiencia, mesmo nos casos de perda e dor, para mostrar a tantas outras que a possibilidade de ser mãe não deve ser desconsiderada.

A Kath Paloma é uma dessas.
Através do Blog Maternidade e Diabetes, ela abriu o coração e dividiu a sua história para ajudar a esclarecer sobre o assunto e acabar com o medo que ainda ronda muitas mulheres e famílias.
Além de ter registrado um diário da sua gestação, a Kath fala, atualmente, sobre o dia a dia compartilhando a maternidade e a convivência com o diabetes.
Vale a leitura! São histórias e relatos inspiradores e de superação.

No próximo domingo, dia 21 de janeiro, às 15h, ela realiza o II Doce Encontro - Bate papo sobre a experiencia de ser mulher, mãe e ter diabetes.
Como ela mesmo descreve, o "evento é destinado a mulheres que desejam engravidar, grávidas, mães com diabetes e seus filhos. O objetivo é reunir mulheres em um descontraído bate-papo com troca de experiências".
As inscrições podem ser feitas online (Link aqui).

Algumas coisas ainda assustam quando se trata de pessoas com diabetes. Os riscos envolvidos, seja em uma aventura pelo mundo ou no planejamento de uma gravidez, seja ela na pança ou no coração, precisam ser considerados para que tudo corra da melhor maneira possível.

Com cuidado adequado e atenção, nada é impossível!!




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Febre amarela: a gente - doce - pode se vacinar?

De um dia azul...

Do tipo que se importa...