Novos parâmetros para manter o rumo...

- Minha glicada está horrorosa!
- Calma!!

Mais um começo de consulta sem parcimônia. Eu já cheguei e antes mesmo da sentar já fui dando o veredito.

Depois de um longo tempo tentando sair da casa dos 7% de hemoglobina glicada, ano passado alcancei 6,5% e bati 6,2%! Estava muito feliz com isso. Sei o esforço para conquistar esses resultados, o que precisei rever e mudar no meu dia a dia. Então, pegar o primeiro exame do ano e me deparar com uma glicada de 7,1% não foi legal.
Fiquei bem chateada e, no fundo, sou a única responsável.

Mas esse número é ruim? Não!
Não mesmo.
E a Monique atestou isso comigo hoje.
Disse para eu manter a calma - e a paciência!!, que meus exames estão todos bons, que não me avalia por este número de forma isolada.
Eu já sabia que seria assim e é bom ouvir esse relato de uma médica que me acompanha desde o primeiro dia e hoje me traz confiança absoluta. Só que lá no fundo a sensação de decepção ainda me acompanha...

Agora fizemos uma reavaliação geral dos meus parâmetros de tratamento.
Minhas glicemias andaram variando demais entre altas e baixas e estava claro que alguma coisa precisava ser ajustada.
Para começar, a dose de Tresiba foi reduzida em duas unidades e o esquema de correção foi alterado, aumentando o intervalo de glicemia. Mexemos também na minha relação insulina / carboidrato. Eu estava usando uma unidade para cada 40g e passamos para 50g por unidade.

Já deixamos alguns outros ajustes pré-planejados, caso as glicemias não respondam adequadamente ao novo esquema.

Daqui a duas semanas eu vou ao consultório de novo. Enquanto isso, vou passando os registros de glicemia para a minha endócrino, para ela avaliar e confirmar sobre a adequação do que já mudamos.

O melhor dessa história toda, para mim, é que tudo foi decidido em conjunto. A cada passo ela ia me sugerindo e explicando os porquês, tomando como base o que eu estava relatando para ela sobre a minha rotina.
Assim, juntas, fica bem mais fácil.

Cabeça erguida, coração mais tranquilo, dedinhos a postos e alguns furinhos durante o dia para manter a doçura como deve ser!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Febre amarela: a gente - doce - pode se vacinar?

Pesquisa e Educação em Diabetes...

OneTouch Reveal: 1, 2, 3... testando!