Aqui no IP estão expostos os meus medos, as minhas descobertas, as conquistas, os avanços nas buscas pela cura do diabetes pelo mundo, os passinhos para um melhor controle da glicemia.

O que começou como um espaço de aprendizado e de dividir a minha convivência com o DM1, se transformou em estímulo para um melhor controle da minha doçura e para seguir mostrando que se funciona para mim, pode funcionar também para tantas outras pessoas que tem o diabetes como companheiro.

25 março, 2017

Genteel-eza na doçura dos dias...

Em 2015 comentei aqui no IP sobre um lancetador que prometia o 'luxo' de não causar dor com os muitos furinhos que precisamos fazer nos dedos diariamente.

Era o Genteel, novidade gringa que estava chegando para deixar mais tranquila essa tarefa que a gente repete tantas vezes. Por mais que eu, particularmente, não me incomode e nem sinta desconforto com essa picadinha, é fato que para crianças ou pessoas com uma maior sensibilidade isso não é tão simples como parece.

A boa nova é que no final do ano passado eu ganhei um! Como estava em época de ensaios e já num movimento de quase carnaval, deixei guardado para testar com calma e então começar a usar.

Hoje foi o grande dia!
Ah, mas faz tanta diferença assim?

Faz! É impressionante!!

As razões para que ele seja indolor: funciona à vácuo, não alcança nenhum nervo quando a lanceta é acionada e, de acordo com o que eles próprios explicam, "no instante da ativação o lancetador faz uma vibração no local do furo que, junto com o rápido intervalo de ação, permite que não haja tempo para os nervos responderem".
(Imagem: Medgadget)
Senti só uma pressão bem leve no dedo e achei que o furinho não tivesse sido feito...

As lancetas recomendadas são as da One Touch, vendidas em qualquer farmácia e, pelo que eu já consegui pesquisar, com preços menores que as da Accu-Chek que eu uso atualmente.

Testado e muito aprovado!
A partir de agora, meu companheiro inseparável... Deixou as minhas medições de glicemia de todos os dias ainda mais fáceis.



Nenhum comentário:

Postar um comentário