Aqui no IP estão expostos os meus medos, as minhas descobertas, as conquistas, os avanços nas buscas pela cura do diabetes pelo mundo, os passinhos para um melhor controle da glicemia.

O que começou como um espaço de aprendizado e de dividir a minha convivência com o DM1, se transformou em estímulo para um melhor controle da minha doçura e para seguir mostrando que se funciona para mim, pode funcionar também para tantas outras pessoas que tem o diabetes como companheiro.

21 dezembro, 2016

Seis!

Esse ano que está terminando não foi dos mais tranquilos. Um atropelo de sensações, de sentimentos, de acontecimentos.

Decisões tomadas, novos rumos que não me trazem dúvidas mas levam a questionamentos externos que, em algum momento, acabam desestabilizando.

Enquanto vou colocando tudo de volta no lugar, me vem uma canção que diz tanto:
"quantas chances desperdicei quando o que eu mais queria
era provar pra todo mundo que eu não precisa provar nada pra ninguém..."

Não sou de ligar para o que a 'sociedade' pensa, para o que é 'padrão', para o que se diz 'normal'.
Com o diabetes não podia ser diferente! Decidi que a nossa convivência seria pacífica e amigável.

De uma visão inicial engessada - que fique claro, pela total falta de conhecimento sobre a condição - para uma visão cada vez maior e mais clara de que esse tal diabetes não ia mesmo me impedir de continuar, sem amarras.

São 6 anos de um blog que começou com o ímpeto de fazer acreditar que era possível ficar bem, viver bem, ainda que carregando a doçura do diabetes.

Um tal que chegou me arrebatando, me levando a crer - por alguns minutos - que eu estava em 'estado grave' já que precisaria tomar insulina. Um engano que eu não queria que se repetisse para mais ninguém!

Com passinhos de formiguinha e uma vergonha sem tamanho, coloquei a palavra para jogo. A vontade de compartilhar o que eu ia descobrindo era o que me movia.

Nesse aspecto, nada mudou; esse ainda é o meu maior fator motivacional.
Só que agora, percebendo o quanto a informação, as conversas, as figurinhas trocadas e as descobertas me ajudam a ter dias cada vez melhores e manter o docinho controlado, o empenho cresceu.

Agora, além disso, eu tenho a real percepção de quanta gente passa por aqui todos os dias compartilhando, curtindo, perguntando, dividindo, caminhando junto.
E junto é que tem que ser!



Ouvir ou ler um agradecimento, uma mensagem sobre um post que ajudou a esclarecer uma dúvida, um comentário sobre um cuidado do dia a dia que não pode ser deixado de lado e até um "que legal, você é o Insulina Portátil!" é muito mais do que eu poderia imaginar.

Obrigada. Só consigo dizer obrigada... Muito obrigada!!



Nenhum comentário:

Postar um comentário