Aqui no IP estão expostos os meus medos, as minhas descobertas, as conquistas, os avanços nas buscas pela cura do diabetes pelo mundo, os passinhos para um melhor controle da glicemia.

O que começou como um espaço de aprendizado e de dividir a minha convivência com o DM1, se transformou em estímulo para um melhor controle da minha doçura e para seguir mostrando que se funciona para mim, pode funcionar também para tantas outras pessoas que tem o diabetes como companheiro.

19 outubro, 2016

A lei a favor da doçura!

Quem convive com a doçura sabe o quanto as 12 horas de jejum para um exame podem ser desgastantes!

Hipoglicemia no meio do jejum é o meu maior medo. Ter que cortar esse intervalo e começar tudo de novo... Fico tensa, durmo mal.
Isso não é novidade por aqui, comentei sobre essa minha maluquice pré-exame algumas vezes... Mas mesmo depois de tanto tempo de doçura e tantos jejuns feitos, a paranóia continua.

Não tem jeito. Sempre alterno entre a glicemia no limite mínimo ou a doçura alteradinha, com uns números mais altos, porque acabo comendo mais do que precisava para garantir as 12 horas seguintes.

Nunca tive problemas em laboratórios em ocasiões que cheguei já com a hipo dando sinal. Uma explicação breve sobre a situação e um apelo para que todo jejum não fosse perdido e me atenderam de imediato, sem nenhuma confusão. Mas as outras pessoas que estavam esperando não ficaram muito satisfeitas e eu também entendo isso.



Agora, para deixar as coisas mais fáceis para nós, docinhos, o Governador em exercício do Rio de Janeiro Francisco Dornelles sancionou a Lei 7.434, que prevê a prioridade no atendimento nesses casos.

Como destacado pela Bia (você pode conferir mais detalhes na página dela - Biabétcia - aqui), "o diabético que não é idoso, não tem nenhum tipo de deficiência que dê prioridade e nem está grávida, pode pegar a senha de prioridade no seu exame de sangue se for um exame que exija o jejum".



Ponto para ele e um alívio para a gente!


2 comentários:

  1. Ótima notícia! Espero que essa lei se espalhe por todo o Brasil.
    bjs Erica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tomara mesmo, Érica! Mais do que necessário. ;)
      Beijos.

      Excluir