Diabetes na pressão!

Falta de medicamentos e insumos é inadmissível em qualquer circunstancia. Mas quando se tratam de medicamentos e insumos necessários para manter uma doença crônica sob controle, esse falta pode ser fatal, me perdoem o jogo com as palavras!

Diabetes é um diagnóstico referente à não produção de um hormônio fundamental pelo organismo, para nossa sobrevivência. A medicina, anos atrás, resolveu este problema quando descobriu que poderia utilizar insulina injetável para recompor esta falha. E agora, o Estado, responsável por garantir a saúde de todos os cidadãos, não cumpre a sua parte.

Nem comento sobre a inclusão ou não dos análogos de insulina entre os medicamentos distribuídos aos pacientes - embora essa briga também esteja no ar.





O fato é que pacientes tem sido obrigados a se virar para garantir que não faltem tirinhas, insulinas, agulhas, lancetas...

Não bastasse a matemática diária para manter um bom controle glicêmico, agora precisam torcer para ter os insumos mínimos necessário.

Um absurdo que vem se repetindo aqui no Rio e em alguns outros estados do Brasil.







Por causa disso, a Sheila, da página Histórias de Uma Diabética, criou uma campanha no site Panela de Pressão, que vai direto ao ponto: você preenche seus dados (nome e e-mail) na página da Campanha (aqui) e uma mensagem é encaminhada diretamente para o Secretário de Saúde do Estado do RJ, Felipe Peixoto, e para o Secretário Municipal de Saúde do Rio de Janeiro, Daniel Soranz.

Lá já tem um texto base para a mensagem - que pode ser alterado e/ou complementado:
"Prezados Secretários de Saúde do Estado e Município do Rio de Janeiro, 
O diabetes é uma doença silenciosa. As pessoas portadoras de diabetes tipo 1 e tipo 2 do Rio de Janeiro estão sofrendo com a falta de insumos para o tratamento desta doença que, em breve, se tornará uma epidemia. É preciso enfrentar esta situação de frente pois o problema só tende a aumentar. Negar insumos, postergar compra, não priorizar os doentes de uma doença crônica que cresce a cada ano é ignorar o direito garantido pela justiça e, o que é pior, ignorar o prejuízo que esta falta de insumos está fazendo na saúde de tantas crianças, jovens e adultos portadores de Diabetes tipo 1 e 2 em todo o Estado do Rio de Janeiro. Queremos a regularização no fornecimento dos insumos (insulinas, fitas, cateteres, cânulas, canetas, sensores e bombas de insulina) , queremos a obediência a uma decisão judicial, queremos dormir tranquilos sabendo que nosso tratamento está garantido pela justiça e é administrado responsavelmente pelos nossos governantes."

Eu já fiz a minha pressão! Não leva nem um minuto.
Participe e divulgue.
O problema é muito sério e precisa ser resolvido com urgência!



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Febre amarela: a gente - doce - pode se vacinar?

De um dia azul...

Uma dose de insulina, outra de confiança...