Aqui no IP estão expostos os meus medos, as minhas descobertas, as conquistas, os avanços nas buscas pela cura do diabetes pelo mundo, os passinhos para um melhor controle da glicemia.

O que começou como um espaço de aprendizado e de dividir a minha convivência com o DM1, se transformou em estímulo para um melhor controle da minha doçura e para seguir mostrando que se funciona para mim, pode funcionar também para tantas outras pessoas que tem o diabetes como companheiro.

22 outubro, 2015

Razão e des-controle!

Algumas operadoras de celular tem, hoje em dia, um plano para acesso à internet no exterior que funciona da seguinte maneira: você paga um valor fixo de X reais por dia, mas somente quando usar.

A questão é que no dia que você decide ativar o uso, você parte do princípio que já pagou mesmo e então acaba relaxando e passa o restinho desse dia focado na internet. 

Cheguei à conclusão que o efeito de uma hipoglicemia é quase o mesmo!!!

Tive uma hipo na terça-feira à tarde. Estranha, meio fora de contexto. Minha glicose foi a 40 mg/dL!
Como estava em um shopping, logo fiquei pensando em um milhão de coisas gostosas que poderia comer "pra aproveitar".
Escolhi um donut recheado de chocolate.

Compensei o momento e já fui pensando - justificando para mim mesma - que estava garantindo um extra para o caso da glicemia seguir baixando.
Certo??
Não! Errado!! 

E eu sei que estava errado! Só que enquanto fico com a sensação de que a glicemia não está compensada, fico querendo comer mais e mais. E meio que me aproveitando da situação... exatamente o ponto do valor fixo de X reais: uma vez ativado 'o serviço', teria que aproveitar para usar. 

Difícil gerenciar a urgência de uma hipo com a razão viu!

Mas o que acontece é que ingerindo mais carboidratos que o necessário, a glicemia volta a descompensar, só que com uma hiper.




6 anos e meio de doçura e ainda sou sacudida por um eventual episódio de hipo! Essa sensação de que nada é suficiente e que não vai compensar a glicemia demora a passar.


Enfim, o passo seguinte foi medir a glicemia uns 20 minutos após comer o donut (confesso, comi com gosto!). Estava em 90 mg/dL e se manteve boa ao longo da tarde e da noite.

Pronto! A tal da razão tinha voltado para o lugar.







A doçura é assim. 
Por mais que façamos tudo conforme o protocolo, tem horas que foge do nosso controle. Fatores externos e emocionais, além dos físicos, também podem influenciar... 

E quando isso acontece, no meio desse sobe e desce, tenho mais certeza da importância de seguir meu tratamento, me cuidar e conhecer mais e mais sobre a condição. 

Cada dia, uma lição!


Nenhum comentário:

Postar um comentário