Aqui no IP estão expostos os meus medos, as minhas descobertas, as conquistas, os avanços nas buscas pela cura do diabetes pelo mundo, os passinhos para um melhor controle da glicemia.

O que começou como um espaço de aprendizado e de dividir a minha convivência com o DM1, se transformou em estímulo para um melhor controle da minha doçura e para seguir mostrando que se funciona para mim, pode funcionar também para tantas outras pessoas que tem o diabetes como companheiro.

29 junho, 2015

Pra levar a doçura pra passear...

E hoje é dia de colocar o pé na estrada de novo. Mas dessa vez, a viagem pede um pouquinho mais de organização já que envolve caminhadas e trilhas para cenários incríveis.





Durante os próximos dias as glicemias capilares serão medidas com mais frequências, para reduzir qualquer ricos: antes e depois das caminhadas pelas trilhas, com trechos variando entre 3km e 12 km...
Como são atividades diferentes das comuns do dia a dia, é preciso ficar atenta e manter um controle mais preciso do docinho.








Para aproveitar tudo que a Chapada dos Veadeiros tem de melhor, o planejamento envolve desde agulhas, lancetas, tirinhas e insulinas em quantidades maiores do que as usualmente necessárias para uma semana - depois do sustinho em Floripa, não esqueci de colocar uma caneta extra! - até sachês de mel para um caso de ocorrência de hipoglicemias e meias mais confortáveis para que não haja qualquer problema depois de um dia inteiro de boot.

Case térmico para as insulinas também a postos, hora de começar a aventura!



Nenhum comentário:

Postar um comentário