Aqui no IP estão expostos os meus medos, as minhas descobertas, as conquistas, os avanços nas buscas pela cura do diabetes pelo mundo, os passinhos para um melhor controle da glicemia.

O que começou como um espaço de aprendizado e de dividir a minha convivência com o DM1, se transformou em estímulo para um melhor controle da minha doçura e para seguir mostrando que se funciona para mim, pode funcionar também para tantas outras pessoas que tem o diabetes como companheiro.

13 fevereiro, 2015

Pra ser o tempo da alegria fugaz!

Quando o assunto é bom ou importante, sou repetitiva... Vide quantas vezes já falei por aqui da tal educação em diabetes!

Pois bem... Meus amigos são pauta de novo! E de novo, porque eles apontam para questões que devem ser pensadas e super consideradas.

Eles sabe que eu tenho diabetes, sabem o que precisam fazer se eu passar mal de repente... Mas um dia, a pergunta de um deles chamou minha atenção: "na prática, como a gente sabe se é urgente? Como a gente sabe o que precisa ser feito?"

Até a insulina que eu tomo, alguns sabem. 
E mais... Sob uma pressão ("a gente já tem o telefone da sua Endócrino - viu no que da recomendar bons médicos!  - você vai dizer qual é a insulina ou temos queimar pra ela?) já me pediram pra dizer qual é pra comprarem e terem em casa, para o caso de... De nada sério! Só por conveniência e se resolver dormir por lá não precisar me preocupar!

Repetitiva.... Meus amigos são os melhores do mundo! Simples assim.

Já que é hora de colocar o bloco na rua, pegue a sua turma e explique tudo. 
Passe os telefones de um responsável da família, ensine como medir a sua glicemia, informe sobre os valores aceitáveis de glicemia e sobre como agir em caso de uma urgência ou emergência.

O ideal é levar o cartão de identificação do paciente com DM, que é este que está aí embaixo:

No mais, folia com muita responsabilidade e sem limite de diversão!
Bom Carnaval!! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário