Aqui no IP estão expostos os meus medos, as minhas descobertas, as conquistas, os avanços nas buscas pela cura do diabetes pelo mundo, os passinhos para um melhor controle da glicemia.

O que começou como um espaço de aprendizado e de dividir a minha convivência com o DM1, se transformou em estímulo para um melhor controle da minha doçura e para seguir mostrando que se funciona para mim, pode funcionar também para tantas outras pessoas que tem o diabetes como companheiro.

19 fevereiro, 2015

Hora da folga!

Este mês o blog está mesmo num ritmo mais devagar...
Muita coisa junto: colocando a vida em ordem depois de encerrar um ciclo profissional, dias de folia e de curtir o carnaval até a última gota e preparativos para mais uma viagem!

Aproveitando este tempinho sabático que tirei, vou viajar hoje a noite.
Como o destino foi resolvido bem em cima da hora, nos últimos dias livres antes de colocar o bloco e a purpurina na rua, focamos no que deu (roteiro, hospedagens...) e acabei deixando meu IP um pouco em modo de espera.

Mas o tratamento e os cuidados com meu docinho seguem sem intervalo!

O destino da vez: Cuba!
Só de ler os blogs e guias e ver as mil possibilidades desse país já estou super animada.
Atestado em espanhol pronto, estoque de tirinhas, lancetas, insulina, agulhas e glucagon na mão e agora fechando os detalhes que ainda faltavam.

Mala quase pronta e lanchinhos para os voos separados também.

O lance é que por lá, internet praticamente não está disponível. Isso significa que vou ficar off por mais umas duas semanas.

Na volta, tudo sobre a vivência por lá e assuntos sobre a doçura em primeiro plano de novo!!


18 fevereiro, 2015

"Deixa o Carnaval passar..."

Lá se foi mais um Carnaval de diversão, de amigos, de celebração ao que é lúdico e ao que é leve.

Um Carnaval de boas glicemias, garantidas com as longas 'caminhadas' atrás dos melhores blocos, mas com muita disciplina também!
Paradas para almoçar, bastante água durante o dia, entre uma cervejinha e um sacolé de vodka sem açúcar (Mini Bloco do Álcoolé, valeu muito! Estava uma delícia!!), água de coco em casa quando chegava... 

Os quatro dias passaram sem que eu sentisse! 
Como pode?!
É sempre assim. A gente espera, planeja, faz o estoque de purpurina, ajusta a dose da insulina e a folia passa acelerada.

Ficam a emoção, a alegria sem medidas, os registros dos melhores sorrisos, os abraços de cumplicidade e a certeza de que tomando todos os cuidados, o diabetes jamais vai atrapalhar.

Sendo repetitiva, falta muito para o próximo??
Na dúvida, já temos até uma fantasia decidida... Nada de afobação, só um monte de gente focada em garantir que a avenida seja o palco de um grande parque de diversões! 

Enquanto isso, deixo ano seguir e que seja nos embalos dos bons ventos que vieram com 2015!!





13 fevereiro, 2015

Pra ser o tempo da alegria fugaz!

Quando o assunto é bom ou importante, sou repetitiva... Vide quantas vezes já falei por aqui da tal educação em diabetes!

Pois bem... Meus amigos são pauta de novo! E de novo, porque eles apontam para questões que devem ser pensadas e super consideradas.

Eles sabe que eu tenho diabetes, sabem o que precisam fazer se eu passar mal de repente... Mas um dia, a pergunta de um deles chamou minha atenção: "na prática, como a gente sabe se é urgente? Como a gente sabe o que precisa ser feito?"

Até a insulina que eu tomo, alguns sabem. 
E mais... Sob uma pressão ("a gente já tem o telefone da sua Endócrino - viu no que da recomendar bons médicos!  - você vai dizer qual é a insulina ou temos queimar pra ela?) já me pediram pra dizer qual é pra comprarem e terem em casa, para o caso de... De nada sério! Só por conveniência e se resolver dormir por lá não precisar me preocupar!

Repetitiva.... Meus amigos são os melhores do mundo! Simples assim.

Já que é hora de colocar o bloco na rua, pegue a sua turma e explique tudo. 
Passe os telefones de um responsável da família, ensine como medir a sua glicemia, informe sobre os valores aceitáveis de glicemia e sobre como agir em caso de uma urgência ou emergência.

O ideal é levar o cartão de identificação do paciente com DM, que é este que está aí embaixo:

No mais, folia com muita responsabilidade e sem limite de diversão!
Bom Carnaval!! 

12 fevereiro, 2015

Diabetes do meu tipo...

Sou do time que acredita que o controle é o melhor caminho para uma qualidade de vida boa e sem complicações.

Levanto a bandeira da informação, da educação. Isso é a base, é fundamental!

Hoje, ter diabetes significa que eu aprendi a colocar a minha saúde em primeiro lugar. Significa que eu escolhi me cuidar e seguir meu tratamento (já falei tanto sobre isso por aqui... mas não me canso, porque sei que faz toda a diferença).

Falta acesso, falta mais clareza sobre os sintomas, sobre a importância dos cuidados diários e sobre os riscos em casos de não dar a devida atenção à condição.

A rotina das pessoas é diferente e atualmente os médicos já levam em conta este dia a dia nos tratamentos de cada um dos pacientes.
Mas ele não é responsável sozinho pelo tratamento. Ele especifica, ensina, mas o paciente tem o papel principal e por isso deve entender (aprender) sobre cada passo para manter o docinho em ordem. Mais: perguntar não ofende! Não sabe, questione.
O que não pode é estigmatizar e achar que não tem solução.

Por que esse 'discurso' todo agora?!

Porque, em resumo, é assim que eu consigo não ter que abrir mão das coisas que eu gosto.
Jogar meu corpo no mundo, dançar, brincar, curtir no melhor estilo "não se reprima"... tocar meu tamborim, "ver a banda passar cantando coisas de amor" no meu Carnaval!

E com o meu IP tenho espaço para mostrar para outras pessoas que isso é absolutamente possível!

Pois então... a novidade da semana é que, depois da indicação de uma amiga (obrigada, Coração!!), fui chamada para falar sobre Saúde e Carnaval hoje, no Canal Futura, ao vivo à partir das 15:25h.

Super (super!!) ansiosa, mas bem feliz por poder ajudar a acabar com o mito sobre o diabetes ser fator impeditivo ou motivo para deixar de levar uma vida normal.





Espero que consiga passar um pouquinho da minha experiência de docinha foliã de forma bem positiva!

Até já.







05 fevereiro, 2015

Pra aposentar as agulhas!!

Essa não poderia deixar de ser a notícia mais comentada da semana: a insulina inalável, que vem sendo estudada desde 2012 e no ano passado foi 'adotada' por um grande laboratório farmacêutico, agora chega às prateleiras.
Como tem acontecido com os tratamentos mais novos, por enquanto a comercialização da Afrezza acontece somente nos Estados Unidos.

As poucas restrições de uso (ao que parece, somente quem tem asma e - recomenda-se - para fumantes ela não é indicada) colocam a insulina inalável num patamar de destaque para os docinhos, que já podem considerar que os furinhos de todo dia deixarão de acontecer!

Além disso, tem a questão prática, já que o inalador é bem pequeno e fácil de ser transportado também.

A previsão inicial era que chegaria ao Brasil em 2016, mas não custa torcer por uma antecipação!! 




04 fevereiro, 2015

ADJ a postos!

Fevereiro chegou!! 

E "em feverê tem Carná!" (Oba!!)
Mas tem também as atividades da Associação de Diabetes Brasil (ADJ):

Grupo de Crianças e Pais
07/02
3 a 6 anos - 09h
7 a 11 anos 10:30h

Dia a Dia com DM 1 e 2
Tercas e quintas
Grupos de 6 a 11 anos, 12 a 17 anos e Adultos

Grupo de Jovens maiores de 16 anos
21/02 - 14h

Dizem por ai que o ano só começa depois da Folia, mas a atenção e o cuidado não podem esperar não! 
Foco no brilho, foco na diversão... mas foco no docinho também!!