Pra ouvir o que o paciente tem a dizer...

Se perguntarem hoje o que eu acho que falta no cuidado com quem tem diabetes a resposta é uma só: dar voz aos pacientes. E aqui não me refiro a nos ouvir durante as consultas (isso é fundamental e parto do princípio que ninguém precisa lembrar sobre a importância que tem).
Minha crítica é por não haver um envolvimento dos pacientes no dia a dia, em questões que só quem convive diariamente com o diabetes pode falar.

Existe dificuldade em encontrar produtos sem açúcar ou integrais?
Os preços destes produtos estão razoáveis? 
Os insumos - tirinhas, agulhas... - estão disponíveis para venda?
Por que há tanta variação entre os preços trabalhados por diferentes farmácias para estes produtos?
Por que nós, pacientes, não podemos participar de Congressos e Seminários sobre o tema? 
Por que as discussões sobre tratamentos e avanços científicos não envolvem os pacientes, se nós somos os maiores interessados nestes resultados?

As perguntas são inúmeras e, pelo menos para mim, significam que quero buscar o que pode contribuir para que eu tenha a saúde sempre melhor. 

E cada vez que vejo algo que contribui para mudar este comportamento, ainda que não seja no Brasil, acho que o caminho certo é mesmo o das perguntas.

No dia 03 de novembro deste ano vai haver um evento que foca exatamente nisto: uma conversa online com o FDA (U.S. Food and Drug Administration, o órgão americano responsável pelo controle de medicamentos, alimentos, suplementos, etc) liderado pelo DiaTribe - um jornal online que tem o diabetes como tema!
O mais legal desta conversa é que os temas e assuntos a serem tratados foram sugeridos por pacientes de diabetes.

Alguns já em pauta:
- Hipoglicemia
- Riscos e benefícios de novos medicamentos
- Viabilidade de envolver os pacientes desde o início nas pesquisas sobre novos medicamentos e tratamentos 
- Analisar as diferentes visões sobre as necessidades dos pacientes
- Melhorar o acesso a medicamentos / insumos, principalmente para pacientes menores de 18 e maiores de 65 anos
- Avaliação sobre os índices da hemoglobina glicada
- Como as instituições diversas, incluindo o Governo, podem atuar juntas....

Como eu falei lá no começo, os temas são muitos.

E eles estão dando oportunidade para quem quiser falar... basta preencher uma pesquisa rápida e pronto: já estamos participando!

Apesar de ser em inglês, vale responder (para quem não fala o idioma, também vale pedir ajuda)... A nossa opinião vai direto para o FDA e irá compor a banca da reunião.

Agora é esperar o dia 03 e aguardar o resultado!!




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Febre amarela: a gente - doce - pode se vacinar?

De um dia azul...

Uma dose de insulina, outra de confiança...