Pra acabar com a restrição e envolver quem quer saber...



Tentei me inscrever para participar, já que é aqui pertinho - em Sampa - mas o Congresso permite somente a participação de especialistas e/ou estudantes da área de saúde.

Acho super importante a realização de Congressos como este, tratando de temas diversos. 
Atualizações, novos tratamentos, avanços e pesquisas tem mesmo que ser discutidos e apresentados.
Minha única observação é sobre esta impossibilidade de participação de pacientes. Tenho DM 1 mas não sou profissional da área de saúde. Porém, como paciente, me interesso em acompanhar o que acontece pelo mundo no que diz respeito à minha condição e à possíveis melhorias de qualidade de vida para quem convive diariamente com o diabetes.

Tive a oportunidade de participar do último Congresso Mundial de Diabetes e um dos temas abordados era 'Viver com Diabetes', sob o qual meu artigo foi selecionado.
Foi uma experiência incrível e além de aprender, pude trocar experiências com Educadores em Diabetes.

Fica a sugestão para as duas coisas: incluírem o tema nos nossos Congressos e Seminários e envolver os pacientes. 
Quando você é parte da discussão, acaba tendo mais empenho e foco no tratamento de maneira geral.

Cheguei a questionar a organização do Congresso sobre a possibilidade de participação (sim, queria pelo menos saber qual era a razão para não poder). Infelizmente o retorno que eu obtive foi o esperado: apenas uma resposta pronta confirmando que somente profissionais / estudantes da área podem participar de eventos assim.

Que esta consciência mude. Que a justificativa seja bem clara e faça sentido.
Enquanto não for assim, vou insistir.

Uma consulta médica esclarece, revisa, ajusta e dá segurança, mas quanto mais o paciente tiver conhecimento e entendimento pleno da sua condição, dos riscos e de cada parte do seu tratamento, mais vai se sentir responsável e confiante em manter seu bom controle!


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Febre amarela: a gente - doce - pode se vacinar?

De um dia azul...

Do tipo que se importa...