Aqui no IP estão expostos os meus medos, as minhas descobertas, as conquistas, os avanços nas buscas pela cura do diabetes pelo mundo, os passinhos para um melhor controle da glicemia.

O que começou como um espaço de aprendizado e de dividir a minha convivência com o DM1, se transformou em estímulo para um melhor controle da minha doçura e para seguir mostrando que se funciona para mim, pode funcionar também para tantas outras pessoas que tem o diabetes como companheiro.

10 julho, 2014

"o inicio, o fim e o meio..."

Os dados impressionam:
- Investimento em torno de R$ 2 bilhões.
- notícia mais importante da carreira do físico responsável…
- maior avanço no tratamento com insulina em 40 anos!
- Vai beneficiar cerca de 90 milhões de pessoas no mundo (estima-se que 3 milhões no Brasil).

Tudo isso se refere a Afrezza, a insulina inalável, recentemente aprovada pela FDA (órgão americano que certifica novos medicamentos). 
A novidade, que foi amplamente divulgada na última semana, vem como um alívio para quem precisa tomar injeções todos os dias.
Apesar de ainda não substituir integralmente as canetas e agulhas, vai reduzir potencialmente a necessidade delas.

Conforme explicado pela SBD, "sua ação se inicia após 15 minutos da inalação do pó e tem pico de ação após cerca de 50 minutos."
Como esta insulina age por até duas horas e meia, ela deve ser usada como corretiva - a recomendação é que seja administrada antes das refeições.

Por enquanto, considerando que ainda há estudos em andamento, essa insulina só pode ser prescrita para maiores de 18 anos. 
Alguns efeitos colaterais foram relatados pelas pessoas que participaram dos estudos e há tambem contra-indicações para quem tem enfizema, asma ou bronquite.

De qualquer forma, enquanto as pesquisas seguem, não tem porque não comemorar esse passo gigantesco na vida dos docinhos!!

Na página do laboratório (MannKind Corporation) tem todos os detalhes da pesquisa clinica e sobre o medicamento.

A Afrezza ainda nao chegou por aqui mas, honestamente, com a velocidade com que tudo acontece hoje em dia, não acho que deva demorar muito…
(assim espero!!).

Nenhum comentário:

Postar um comentário