"Pode chorar... pode chorar!!"


Dói furar o dedinho para medir a glicemia?
Eu não sinto, mas há quem se incomode bastante.
 
Mas ao que tudo indica, isso está com os dias contados.
A promessa - protótipos já em teste e em avaliação pela agência de medicamento dos E.U.A. - prevê o fim da dor. Só fica o choro... 


Conforme divulgado hoje pelo Google Lab, lentes de contato que atuarão como os glicosímetros (Smart Contact Lens) estão em desenvolvimento.
Através de um dispositivo conectado a um detector de glicose (segundo eles, mais fino que um fio de cabelo e tão pequeno como um grão de purpurina) que vai ficar entre duas camadas do material de que são feitas as lentes, será possível medir a glicemia a cada segundo através das lágrimas! 
E não, não precisa chorar o tempo todo... a umidade natural dos olhos garante a 'matéria-prima' necessária.
 
 Os pesquisadores responsáveis pelo projeto, Brian Otis e Babak Parviz, ainda querem mais... A ideia é que sejam integrados ao 'sistema' sinais luminosos que emitiriam alertas com a variação em níveis perigosos da taxa de açúcar no sangue.
Os registros seriam feitos através de um aplicativo integrado ao sistema.
 
O próximo passo é trabalhar para que isso chegue de uma maneira acessível ao mercado e ao alcance de quem precisa.
 
O mais bacana foi o fato motivador: as constantes declarações da Federação Internacional de Diabetes de que o mundo está perdendo a batalha contra o diabetes...
 
Que a aprovação seja breve!!
 
 
 
 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Febre amarela: a gente - doce - pode se vacinar?

De um dia azul...

Pelos caminhos da vida doce...