...é hora, é hora, é hora! Rá, tim, bum...


"Essa moça 'tá diferente..."

E não é só porque hoje completa mais uma primavera, não.

Essa moça descobriu que pode ir contra a maré.
Descobriu que uma coisa vista de uma maneira pelo mundo, pode ser diferente aos olhos dela.
E que diferente as vezes até deixa as pessoas de cabelo em pé - "você tem diabetes e toca tamborim?" - mas que isso nada importa.
Por que viver como se tudo tivesse paralisado?
E para os 'surpresos', sim eu toco tamborim... tamborim não tem açúcar!

Brincadeiras à parte, eu toco sim e adoro!
Mas me preparo para isso devidamente, esse é o ponto.

Diabetes não é sentença, é condição.
E é uma condição tratável e gerenciável, ainda bem.
Requer atenção a todo momento, isso é verdade. (Enche o saco em alguns momentos, isso também é uma verdade!)

Mas o fato é que não deve ser tabu e nem trazer medo.
E no que eu puder contribuir para deixar isso tudo cada vez mais claro, farei.

Essa moça 'tá bem diferente sim.
"O presente, a mente, o corpo é diferente."
 E eu estou adorando!
 
Já falei aqui que amo aniversário?
Eu quero mais é comemorar!
 
 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Febre amarela: a gente - doce - pode se vacinar?

Do tipo que se importa...

Pesquisa e Educação em Diabetes...