Aqui no IP estão expostos os meus medos, as minhas descobertas, as conquistas, os avanços nas buscas pela cura do diabetes pelo mundo, os passinhos para um melhor controle da glicemia.

O que começou como um espaço de aprendizado e de dividir a minha convivência com o DM1, se transformou em estímulo para um melhor controle da minha doçura e para seguir mostrando que se funciona para mim, pode funcionar também para tantas outras pessoas que tem o diabetes como companheiro.

06 dezembro, 2013

"Viver é melhor que sonhar!"

No primeiro dia perdi a noção do tempo e não fiquei no pôster no horário determinado... No segundo, morrendo de vergonha, fiquei só uns 5 minutos e saí! Bobeira, mas não consegui.
Já no dia seguinte fiquei praticamente metade do período previsto (na outra metade fui dar uma olhada nos tantos outros pôsteres expostos - muita coisa interessante!).

A partir do penúltimo dia finalmente assumi a postura de autora(!): tudo fluiu.

E foi assim: teve japonês tirando foto minha ao lado do pôster, pessoas de Bangladesh, da Austrália e da Nova Zelândia se dizendo inspirados (a pergunta inicial sempre era qual a especialidade médica em que eu atuava...), representante da Sociedade Brasileira de Diabetes que se interessou pela maneira como levo essa tal DM e até um médico Egípcio que considerou "very impressive" - de novo a surpresa por saber que eu não sou da área de saúde - e disse que uma Endocrinologista especializada em Diabetes Tipo 1 da clínica dele vai entrar em contato comigo!!

 Feliz? Muito!
Se o que eu queria era que as pessoas conseguissem perceber que é possível para todo mundo, acho que consegui. 

Hoje, último dia, acabei focando um pouco nas palestras que mostram qual é o status dos tratamentos e pesquisas em andamento e como anda o caminho para a cura.

Valeu a pena ter vindo para o Congresso? Absolutamente!
Aonde isso vai me levar? Não tenho muita certeza ainda...

Mas volto com a bagagem cheinha de planos e coisa novas para contar!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário