Quem sabe faz a hora...


Depois dessa montanha-russa glicêmica no último mês, tudo de volta ao normal.

E pude comprovar que além da orientação e do acompanhamento praticamente pontual pela minha Super (um e-mail por semana desde então, com todas as glicemias medidas – eram 6 por dia, pré e pós prandiais) foi fundamental reorganizar os meus horários.





Claramente esse foi um dos fatores que influenciou, principalmente na glicemia de jejum. Estava jantando mais tarde, o horário da ceia e da dose da noite da insulina acabou correndo e o intervalo entre a dose da noite e da de jejum no dia seguinte ficou menor.

Efeito 'bola de neve'... tomava insulina tarde, a de jejum no horário de sempre: as doses ficavam quase sobrepostas! Glicemias de jejum alta mais a correção acabavam causando hipoglicemias.







Pronto! Horários e disciplina retomados porque é fundamental e faz toda a diferença - mesmo com algumas coisas fora da ordem no dia!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MiniMed 640G: Cena 7 - A decisão de parar...

Febre amarela: a gente - doce - pode se vacinar?

De um dia azul...