Aqui no IP estão expostos os meus medos, as minhas descobertas, as conquistas, os avanços nas buscas pela cura do diabetes pelo mundo, os passinhos para um melhor controle da glicemia.

O que começou como um espaço de aprendizado e de dividir a minha convivência com o DM1, se transformou em estímulo para um melhor controle da minha doçura e para seguir mostrando que se funciona para mim, pode funcionar também para tantas outras pessoas que tem o diabetes como companheiro.

23 abril, 2013

Pra matar a pulga!

E lá vem o fantasma da hemoglobina glicada atrás de mim!
Este mês fiz novos exames e o resultado não foi nada bom: 7,9%.

Mandei e-mail para minha Super com o resultado e, por enquanto, o que ela sinalizou é que o esquema da insulina NovoRapid talvez seja alterado, para corrigir a partir de uma quantidade menor de carboidratos do que a atual.

Como viajo de férias daqui a pouco mais de duas semanas (contando os dias!!) vou marcar consulta antes de ir e ver o que pode ser feito pra baixar de vez esse percentual que não me deixa em paz.

Já voltei a fazer pilates e tenho me policiado para caminhar por 20 ou 30 minutos nem que sejam duas vezes por semana. 

O engraçado é que eu sempre fui super correta com o tratamento e disciplinada com a alimentação e os horários das minhas refeições, mas (já até comentei sobre isso aqui) quando o assunto é exercício, não dou mesmo a devida atenção.

E minha prima (que é irmã, parceira, amiga, suporte, tudo mais... e que me conhece como poucos) foi quem fez este alerta, num papo corriqueiro... O comentário dela - "engraçado que você faz tudo direitinho, segue tudo à risca, mas não consegue pegar o embalo do exercício"  - me deixou 'com a pulga atrás da orelha'.

Depois de ver que a hemoglobina glicada aumentou de novo e somando com a 'pulga', decidi de uma vez por todas me empenhar mais para mudar isso!

Foco no exercício. Em casa, no pilates, no calçadão na beira da praia. 
Foco absoluto.


Foi dada a largada!

Nenhum comentário:

Postar um comentário