Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2013

Pra enganar o organismo...

Imagem
E vamos de pesquisa e bons resultados!

O Hospital Alemão Oswaldo Cruz, em São Paulo, vem conduzindo uma pesquisa com foco no controle do diabetes tipo 2 que se mostrou, em testes, de sucesso.
Muito tem se falado sobre os benefícios da cirurgia de redução de estômago com desvio intestinal em pacientes com histórico de obesidade e DM2.  Este novo método - manga intestinal endoscópica ou exclusão duodenal - consiste na inserção de um tubo de 60cm ("dispositivo impermeável chamado endobarrier") no duodeno, através de endoscopia ou videolaparoscopia, e por isso é menos invasivo que a cirurgia bariátrica.

Com a técnica e de acordo com a explicação dada pelo Presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica - SBCBM, "a comida entra e não tem contato com a parede do intestino, isso faz com que o órgão deixe de fabricar hormônios produzidos nesta etapa, melhorando a produção de insulina pelo pâncreas".
O teste foi feito em 16 pacientes e destes, segund…

Para colorir!

Imagem
Pra manter a glicemia controlada, além do tratamento e dos cuidados diários, é importantíssimo ter uma alimentação equilibrada. Isso já é mais que sabido.
Também é de conhecimento que alimentos com alto grau de fibras colaboram bastante para esse equilíbrio.
No final do ano passado a Dra. Silvia Ramos, Nutricionista, explicou em um artigo da revista Diabetes que o benefício da ingestão de fibras pode ser ainda maior!
Seguinte: o foco é a fibra solúvel (FS):
"Ensaios clínicos com FS têm demonstrado que, em longo prazo, elas reduzem níveis de hemoglobina glicada, glicemia de jejum e pós-prandial, além de promover melhora da sensibilidade à insulina. Dietas enriquecidas com quantidade suficiente de fibras solúveis também parecem melhorar o controle glicêmico de indivíduos saudáveis e com diabetes tipo 2."
Como fazer?? 'Bora colorir o prato!

+

+

=
Frutas e vegetais todos os dias!

Perto ou Longe.

Imagem
"...quem tem pessoas leais com quem pode contar aumenta suas chances de sobrevivência em 50%."

O que eu já sabia que fazia diferença no tratamento e no status de "ser diabética" agora foi cientificamente comprovado.
Quando eu brinco dizendo que pra mim tudo ficou mais fácil porque minha família e meus amigos encararam  esse bicho comigo, não é balela! 
Minha Super de vez em quando me diz que ela acha que precisa estudar mais, que sempre soube que DM1 é mais difícil para controlar e comigo vê que o controle é viável.  Está aí pelo menos parte da explicação!
Pois então, eu recomendo: doses nada homeopáticas de amigos, amores e família diariamente!!

"... te pega daqui te pega de lá ..."

Imagem
Adoro um buxixo, mas estou curtindo a calmaria depois de alguns meses de 'tudo ao mesmo tempo agora'.
Apesar de estar numa fase de mais demandas no trabalho, só o fato de estar focada em uma coisa de cada vez ajuda bastante.
Mas, no meio do sossego, ela vem chegando... a tal da TPM.  Tensão pré-menstrual. Monstro!
Tudo bem, nem tanto...  Não tenho picos de ansiedade, nem irritação extrema... nada disso. Mas o que me consome nesses dias é a vontade de comer qualquer coisa a qualquer hora. De ter alguma coisinha na mão para "roer".
E isso pode se tornar um grande complicador...
A minha rotina alimentar, seguida à risca em 99% do tempo (deixo o outro 1% justamente para este período) tende a ficar tumultuada. 
O fato é que no dia a dia funciono assim:  - Insulina - Café da manhã - Lanche da manhã (colação) - Almoço - Lanche da tarde - Jantar - Insulina - Ceia
Neste período, meço a glicemia 3 vezes: em jejum, antes do almoço e antes do jantar. De tempos em tempos, meço t…

"Amanhã tudo volta ao normal..."

Imagem
E para o pós-Carnaval, um pouco de sossego... estreei o fogão na casa nova com uma receitinha dessas fáceis e rápidas de preparar.
Descobri no mercado um molho pronto de tomate com ricota e manjericão que não contém açúcar, tem baixa quantidade de calorias e carboidratos. É da marca Casino. 


Apesar do calor, o dia de descanso pedia uma comidinha que desse conforto! 
E assim foi.  Cozinhei um fusili integral.  Para o molho, refoguei alho no azeite, acrescentei 2 colheres de sopa cheias do molho Casino e duas bem rasinhas de creme de leite (light). Aproveitei que já tinha em casa cenoura ralada e tomate cereja e coloquei também.
Quando estava começando a ferver devolvi a massa já cozida à panela, mexi um pouquinho para misturar com o molho e só.
Para acompanhar, o salmão defumado congelado da marca Damm, que é tipo um carpaccio. Uma delícia! 

A dica é tirar do congelador quando começar a preparar a massa. Assim ele vai estar completamente descongelado quando a massa estiver pronta.
Em …

Glucerna: último capítulo!

Imagem
Assim eu espero!
Ao que tudo indica o problema foi resolvido.
A Ludmylla, uma leitora do blog, me avisou através de um comentário por aqui.
O que aconteceu é que a ANVISA proibiu a seguinte frase que continha na embalagem antiga: "formulado especialmente para pessoas com diabetes". Isso é porque o Glucerna também é indicado para quem quer perder peso ou tem síndrome metabólica.


Hoje consegui encontrar!! Tinham os dois sabores em pó: baunilha e limão. 
E um detalhe importante: o preço é um pouco menor do que o praticado anteriormente: cada lata custou R$ 32,49 na Drogaria Pacheco.
Realmente acredito que a partir de agora a distribuição vai se normalizar, mas por precaução, já garanti duas latas. 

"Queira ou não queira, terminou o Carnaval..."

Imagem
Será?? Não sei não!
Amanhã ainda tem bloco, no próximo final de semana o melhor churrasco de confraternização do universo... 
Os dias de folia foram mágicos.  Felicidade ao extremo. Alegria. Emoção. Diversão. Cada fantasia, os quilos de purpurina espalhados pela casa.  Um sonho. Mais uma vez.
O saldo disso tudo? O mais positivo possível!
Todo o planejamento - sou foliã responsável! - valeu a pena. Os lanchinhos na bolsa, as paradas para o almoço, hidratação a todo tempo.  Funcionou!!
Um balanço entre a ingestão de carboidratos e a dose de insulina garantiu que mesmo me esbaldando tocando ou acompanhando os blocos, eu não tenha tido nenhum problema. Nadinha! 
Máxima glicemia registrada no período: 146 mg/dl.
Em jejum foi 89 mg/dl. 
E deixo claro que neste balanço ainda foi considerada a cerveja que eu curto e bebi durante os dias de Momo.
Além disso, pés devidamente protegidos (não dá para abrir mão deste quesito: tênis todos os dias. E para combinar com as fantasias, fitas coloridas …

Extra! Extra!

Imagem
Antes de mergulhar de cabeça - oficialmente - no Carnaval, vale o destaque para a edição especial da revista Diabetes Voice.
Trata-se de uma revista todinha feita por crianças, adolescentes e idosos que tem DM. As matérias são suas histórias. Cada uma de um jeito e cada um de um lugar do mundo. 
Unidos pelo Diabetes, que é o slogan da Diabetes Voice, foi o mote principal.
A publicação foi no finalzinho do ano passado, mas ainda dá tempo de acessar e ler. O único porém é que é em inglês...
The People Issue
Considero super importante a gente conhecer outras histórias, sejam elas semelhantes ou não, de superação ou de cuidado, de rotina.  Relatos de pessoas que lidam com essa doçura diariamente. 
Na verdade, acho que por isso curti tanto essa edição extraordinária...  Por ser justamente o que eu busto com o blog.

Mais do mesmo...

Imagem
Nem vou falar muito... a verdade é que as horas dos dias não tem sido suficientes!
Preciso manter o foco no trabalho e o resto do tempo, não posso negar, nos figurinos, levadas, no maestro e na purpurina! 
É isso... eu confesso!!
E vai ser assim nos próximos 10 dias pelo menos! 
A única coisa que não dá pra deixar passar é a atenção na alimentação, na monitorização da glicemia e nos horários da insulina. Não é balela não... quem me conhece sabe que disso não abro mão. 
Nem eu e nem a minha super hiper mega rede de apoio.  Porque quando eles acham que eu posso esquecer, eles vem me lembrar! Ou me perguntar se está tudo bem. Ou me perguntar como está a glicose. Ou se eu já tratei de comer...
E assim a gente vai, seguindo o batuque. 
Vou ali e já volto, porque meu bloco já está na rua!