Aqui no IP estão expostos os meus medos, as minhas descobertas, as conquistas, os avanços nas buscas pela cura do diabetes pelo mundo, os passinhos para um melhor controle da glicemia.

O que começou como um espaço de aprendizado e de dividir a minha convivência com o DM1, se transformou em estímulo para um melhor controle da minha doçura e para seguir mostrando que se funciona para mim, pode funcionar também para tantas outras pessoas que tem o diabetes como companheiro.

04 dezembro, 2012

Pra ter 'estilo'!


Sempre que escrevo aqui no blog tomo o maior cuidado. Releio todo o post antes de publicar, presto atenção quando faço referência a alguém ou a alguma instituição para ter certeza que os nomes estão corretos... mas mais do que isso, sempre procuro palavras que possam substituir o uso do termo 'doença', apesar do DM ser uma dessas e ser tratado como tal quase todas as vezes que é citado.

Mas eu não curto. Sabe porque? Porque eu não estou doente!

Tenho uma condição de saúde boa e que requer cuidados. 
É isso. E é assim que me vejo, assim que levo minha vida.

Pois hoje me deparei com o quadrinho abaixo:


"Doença" é uma palavra muito feia.
"Doença" não se encaixa com diabetes.
Diabetes é mais um estilo de vida sem uma escolha.

Talvez não concorde apenas com a última parte...

Sem uma escolha?
Pode ser, se considerarmos que ainda não existe reversão desta condição 'doce'.

Mas, correndo o risco de ser muito piegas (ou, por que não, consciente!), eu escolhi me cuidar! 

Ainda é sem escolha?

Fica a dica! 

4 comentários:

  1. Acho que é sem escolha, porque não escolhemos ter diabetes. Acho que foi isso que o posto quis dizer....

    ResponderExcluir
  2. Acho que é sem escolha, porque não escolhemos ter diabetes. Acho que foi isso que o posto quis dizer....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Betinha. Sim, é isso mesmo. Nós, pessoas com diabetes tipo 1, não escolhemos. Acontece e acho que aí sim entra escolha: de aprender sobre a condição, aderir ao tratamento. ;)

      Excluir