Aqui no IP estão expostos os meus medos, as minhas descobertas, as conquistas, os avanços nas buscas pela cura do diabetes pelo mundo, os passinhos para um melhor controle da glicemia.

O que começou como um espaço de aprendizado e de dividir a minha convivência com o DM1, se transformou em estímulo para um melhor controle da minha doçura e para seguir mostrando que se funciona para mim, pode funcionar também para tantas outras pessoas que tem o diabetes como companheiro.

20 junho, 2012

O avesso...

Um bom resultado pode acabar criando um efeito reverso no tratamento.
Pode??
Sim!

Como??
Reduções na dosagem de insulina e bons níveis de glicemia medidos, por longo período, me fizeram dar uma relaxada.
Junto com isso, veio o “achismo”...

Acho que não vai alterar em nada se eu comer um pãozinho na chapa com manteiga... ou um prato de massa, com molho e tudo que tenho direito... ou se comer batata frita e arroz!!"

De fato, se for uma vez, não irá alterar.
Mas, já diz minha sábia mamy: “achismo não é ciência”.
E este comportamento por vezes seguidas, altera sim!

O resultado: níveis de glicose no sangue um pouquinho mais alto do que o recomendável...

O problema: necessidade de doses extras da insulina corretiva (NovoRapid) e o risco de ocorrências de pico na glicemia, que deixam o organismo mais suscetível para as (tão temidas!) complicações.

Mas o achismo passou! Chega!

Pé no chão, foco de volta e glicose como deve ser!!



Nenhum comentário:

Postar um comentário